Fernando Machado

Blog

Nijinsky: Um dos notáveis do balé

Sábado o professor de balé, Kuka, muito respeitado professor de balé no Recife, foi assassinado, sem dúvida uma lástima. Hoje, faz 65 anos que morria aos 65 anos, em Londres, na Inglaterra, um monstro sagrado da dança e do balé. Estamos nos referindo ao bailarino russo Vaslav Nijinsky. Filho de bailarinos poloneses, que se apresentavam em teatros e circos, Nijinsky, foi um dos maiores bailarinos de seu tempo.

aa-nijinsky-tamara-karsavina-anna-pavlova

Tamara Karsavina e Nijinskiy em Gisele; Anna Pavlova e Nijinsky (Fotos: Divulgação)

Incursionou na dança com quatro anos de idade, nas apresentações de seus pais. Depois que o pai largou a família mudou-se com sua mãe para São Petersburgo, na Russia. Aos dez anos, iniciou seus estudos em dança na escola de balé do Teatro Imperial. Aos 18 anos fez dueto no palco com outro monstro sagrado do balé, a bailarina russa Anna Pavlova ( 1881/1931).Em 1909 viajou para Paris com a companhia de balé de Sergei Diaghilev, na qual obteve reconhecimento internacional.

aaaa-vaslav-nijinsky-taringa

Vaslav Nijinsky no palco (Foto: Divulgação)

Os críticos não poupavam elogios pela sua técnica extraordinária. Por conta disso era chamado de o deus da dança, a oitava maravilha do mundo e o Vestris do Norte, em referência ao bailarino francês Auguste Vestris (1760/1842)Por coincidência foi sepultado, no cemitério de Montmartre, em Paris, ao seu lado. Nijinsky revolucionou o balé no início do século XX, conciliando sua técnica com um poder de sedução da plateia, os seus saltos pareciam desafiar a lei da gravidade.

aa-nijinsky

Nijinsky na adolescência e na juventude (Fotos: Divulgação)

Como coreógrafo, Nijinsky era considerado ousado e original, sendo atribuído a ele o início da dança moderna. Uma de suas coreografias mais polêmicas foi L’Aprés-Midi d’un Faune, com música de Debussy, e vaiada em sua estréia, em 1912. Outras muito conhecidas foram A Sagração da Primavera e Till Eulenspiegel. Por conta de seu romance com a bailarina Romola de Pulszky  (1891/1978), o seu relacionamento com Diaghilev ficou desgastado.

aaa-nijinsky-romola

Romola e Vaslav quando se casam em Buenmos Aires (Foto: Divulgação)

Nijinsky se casou com Romola em Buenos Aires, em 10 de setembro de 913, do matrimonio teve uma filha Tamara. Por uns tempos, foi afastado do grupo, voltando a fazer parte da companhia em 1916, nos Estados Unidos. Aos 29 anos devido a um distúrbio mental (esquizofrenia), abandonou os palcos. Depois de ter passado por várias clínicas psiquiátricas faleceu numa em Londres, em 8 de abril de 1950.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.