Fernando Machado

Blog

Navio-Escola Almirante Saldanha

O Almirante Saldanha no nosso porto (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, chegava ao porto do Recife, o navio-escola Almirante Saldanha, da Marinha de Guerra do Brasil, sob o comando do capitão de mar-e-guerra Durval de Oliveira Teixeira, trazendo a bordo 320 oficiais e marinheiros, sendo 29 guardas-marinha e 27 tenentes. O navio-escola partiu para a Europa no dia 1 de junho de 1935, em viagem de estudos.

Os guardas-marinha no convés do navio-escola (Foto: Diário da Manhã)

No dia seguinte, às 17h, o governador Carlos Lima Cavalcanti movimentou, no Palácio do Campo das Princesas, um chá dançante para a tripulação do navio-escola. A animação ficou por conta da Jazz Band Academica e o Orfeão da Brigada. A senhorita Leda Balthar deu uma canja e cantou músicas do cancioneiro brasileiro.

A tripulação de tenentes do Almirante Saldanha (Foto: Diário da Manhã)

No segundo dia aconteceram as provas de natação na piscina do Cais de Santa Rita, entre os times do Almirante Saldanha e do Sport Clube do Recife. Cerca de três mil pessoas prestigiaram a competição. Nos 100 metros livre venceu Benevenuto Nunes do Saldanha; nos 800 metros livre venceu Isaac Moraes do Saldanha; nos 100 metros de costa venceu novamente Benevenuto e na última prova, 100 metros a la brasse venceu Antônio Luis dos Santos do Saldanha.

Carlos de Lima Cavalcanti e o comandante Durval Oliveira Teixeira na mesa principal da recepção no Palácio (Foto: Diário da Manhã)

Ainda tivemos uma partida de water-polo, quando os meninos do Almirante Saldanha venceram os do Sport. O Almirante Saldanha jogou com Raul, Lacê, Nunes, Leôncio, Tornaghi, Paquet e Nei. Já os rubronegros jogoram com Assumpção, Zeleu, Arsenio, Cyrpriano, P. Maranhão, Sabino e Borel.

As senhoritas da nossa sociedade ouvindo, no Campo das Princesas, o Orfeão da Brigada (Foto: Diário da Manhã

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.