Fernando Machado

Blog

Na Sala da Justiça

A Corregedoria Geral da Justiça, com a aprovação do Conselho da Magistratura e o apoio da Presidência do TJPE, instituiu Regime Especial nas 1ª e 2ª Varas de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Capital. A ação começou no dia sete de abril e vai até quatro de outubro de 2014. O objetivo é promover maior celeridade na resolução dos processos. Segundo relatório extraído do Judwin 1° Grau, existe um acúmulo de serviços nas serventias, com 19.586 processos aguardando uma solução.

Diante do triste fato, o corregedor Eduardo Paurá lembrou da música de Capiba que em uma mulher não se bate nem com uma flor. Até outubro as juízas Ana Mota e Sandra de Arruda Beltrão vão atuar em conjunto com a juíza titular da 1ª Vara, Thereza Machado. No mesmo período, as juízas Fernanda Moura e Maria Margarida de Souza vão trabalhar com a magistrada Marylúsia Pereira na 2ª Vara. A juíza Roberta Viana Jardim vai auxiliar as duas equipes ao mesmo tempo.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.