Fernando Machado

Blog

Morte emblemática

O tenente coronel Marinaldo Lima comandante do 13º BPM, suicidou-se esta manhã dentro da sala do secretário executivo de Planejamento do Estado, Bernardo Almeida, gestor do programa de segurança pública conhecido como Pacto pela Vida. O suícidio aconteceu logo após a jornada de avaliação do Pacto pela Vida. O coronel de 49 anos não participou da reunião por estar de férias e em trajes civis. Oficiais que estiveram no local informaram que o oficial se matou depois de conversar por cerca de 30 minutos com Bernardo Almeida.

Como é comum acontecer muitas especulações surgiram, dentre elas a informação de que o Marinaldo estaria enfrentando dificuldades financeiras ou que estaria sofrendo pressões dos coordenadores do Pacto pela Vida. Uma coisa é certa todos os comandantes de batalhões, são insistentemente cobrados. O verdadeiro motivo da catastrofe não será esclarecido mas é emblemático que ele tenha ido se matar justamente na sala do gestor do Pacto pela Vida, mesmo tendo o seu batalhão bem avaliado.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.