Fernando Machado

Blog

Joana: Se Essa Marcha fosse Minha

Em qualquer parte do mundo, quando tocam os acordes da Marcha nº 1 de Vassourinhas, (Pamranranranranran!!!) é difícil alguém ficar parado ou não se lembrar de Pernambuco. Mas pouca gente sabe quem são os autores dessa música, considerada o hino do Carnaval de Pernambuco e o segundo hino do estado. Os livros contam que a música foi composta em 6 de janeiro de 1909, no subúrbio de Porto da Madeira, nos arredores de Beberibe, Cajueiro e Peixinhos.

O esquecido compositor Matias da Rocha (Foto: Divulgação)

Seus compositores são Matias da Rocha e Joana Batista que venderam os direitos autorais da música para o Clube Vassourinhas. Isso é quase tudo que se sabe. Sabe-se que ele foi um dos fundadores do Clube, tocava violão, era compositor. Joana era doméstica, teve três filhos com Amaro Vieira Ramos e morreu aos 74 anos (1952). A relação que tinha com Matias da Rocha não ficou definida. O certo é que eles nunca foram homenageados no Carnaval do Recife.

Joana Batista a parceira de Matias (Foto: Divulgação)

A produtora Tactiana Braga, da B52 Desenvolvimento Cultural, está trabalhando na pesquisa sobre essa história, que será contada num documentário e está em busca de algum parente da dupla de compositores. “Como eles venderam os direitos da música para o Clube, a única pista que poderíamos seguir, se perde. Imaginamos que os possíveis herdeiros tenham se distanciado do ambiente carnavalesco. Talvez até nem saibam da importância dos seus antepassados para a música pernambucana, brasileira até”, arrisca Tactiana.

 

A equipe do documentário sobre Joana Batista (Foto: Divulgação)

A produção do documentário Joana Se Essa Marcha Fosse Minha – idealizada pelo jornalista Camerino Neto e que conta com pesquisa da também jornalista, Maíra Brandão – está fazendo uma campanha nas redes sociais para tentar descobrir esses parentes. Imagina-se que os filhos e netos dos dois estejam em algum lugar de Pernambuco. Se você conhece alguém que seja descendente de Matias da Rocha ou de Joana Batista Ramos e Amaro Vieira Ramos pode entrar em contato pelo email joanaeamarcha@gmail.com, ou nas redes sociais, pelo facebook e instagram /joanaeamarcha.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.