Fernando Machado

Blog

Cine PE & Cinemateca

Aconteceu quarta-feira, em São Paulo, o lançamento do XVI Cine PE Festival do Audiovisual e que tem à frente Sandra e Alfredo Bertini. O cenário não poderia ser outro: a Cinemateca Brasileira. A Meca da cultura do cinema que foi criada em 1940 como Clube de Cinema de São Paulo.

cc-caca-diegues-simone-zacoboto-ney-atorraca

Cacá Diegues, Simone Zuccoloto e Ney Latorraca (Fotos: fernando Machado)

Seus fundadores eram jovens estudantes do curso de Filosofia da USP, entre eles, Paulo Emilio Salles Gomes, Decio de Almeida Prado e Antonio Candido de Mello e Souza. O Clube foi fechado pela polícia do Estado Novo. Após várias tentativas foi inaugurado, em 1946, o segundo Clube de Cinema de São Paulo.

cc-fabio-cador-giselle-tigre-domigos-antonio
Os atores Fabio Cador, Giselle Tigre e Domingos Antonio

Seu acervo de filmes constituiu a Filmoteca do Museu de Arte Moderna, que viria a se tornar uma das primeiras instituições de arquivos de filmes a se filiar, em 1948, à Fédération Internationale des Archives du Film (www.fiafnet.org). A partir de 1984, a Cinemateca foi incorporada ao governo federal como um órgão do então Ministério de Educação e Cultura e hoje está ligada à Secretaria do Audiovisual.

cc-luiz-joaquim-andre-dib-ernesto-barros
Os criticos de cinema pernambucanos Luiz Joaquim, André Dib Ernesto Barros

A mudança da sede para o espaço do antigo Matadouro Municipal de São Paulo, erguido em 1884, foi projetado por Alberto Kuhlman. Depois a Prefeitura de São Paulo cedeu ao Governo Federal e a partir de 1992 os galpões o Matadouro recebeu uma repaginação do arquiteto Nelson Dupré, que também assinou a Sala Paulo, antiga Estação Julio Prestes. Nelson deu um toque rústico ao local e as paredes são todas de tijolos aparentes. Visitar a Cinemateca é um programa de muito bom gosto.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.