Fernando Machado

Blog

Categoria teatro

Reabertura do Teatro do Copacabana Palace

Carlos e Beth Serpa (Foto: Divulgação)

Após uma restauração moderna, cheia de detalhes artesanais e de alta tecnologia, o Teatro do Hotel Copacabana Palace, do grupo Belmond, abriu suas cortinas para o primeiro espetáculo desde sua reforma. Na estreia na noite de sexta-feira, o teatro recebeu convidados para um pocket show com apresentações musicais diversas, que agradaram a todos os gostos. O evento reuniu nomes do entretenimento, teatro, televisão, turismo, hotelaria e autoridades.

Gloria Maria, Antonio Negreiros, Narcisa Tamborindeguy e Ulisses Marreiros (Foto: Divulgação)

Com direção artística de Cássio Vieira e Direção Musical e Regência de Pricila Bomfim, o Concerto de Gala da reabertura teve início com apresentações de Música Clássica e performances com Árias de Ópera. O espetáculo se encerrou com o gênero Teatro Musical, que trouxe animação com luzes e dança, acompanhadas de jazz e rock. O evento contou ainda com um jantar sob comando do chef Nello Cassese, Ristorante Hotel Cipriani.

Os irmãos Luisa e Miguel Thiré (Foto: Divulgação)

Ao som da banda Jazz com Bossa, a experiência gastronômica começou com um “duo de salmão e spicy manga” de entrada, seguido do “filé mignon, com batata Anna, cogumelos e trufa” como prato principal. Para terminar, o chef preparou de sobremesa uma deliciosa receita de “framboesa, figo e chocolate branco”. Todos os participantes do evento apresentaram seu comprovante de vacinação na entrada.

Luis Fernando Coutinho, Paula Braun, Matheus Solano e Liege Monteiro (Foto: Divulgação)

E o Circo Voltou com Paulo Caldas

O diretor Paulo Caldas (Foto: Divulgação)

Nos anos 30 do século passado, um casal de jovens de Major Isidoro, sertão alagoano, se encantou com a passagem de um circo pela região. Segundo José Wilson, ambos eram indígenas Xucurus-cariris originários de Palmeira dos Índios. Ao ver a caravana, o casal teria decidido montar sua própria “companhia” circense, batizada de Brasil Lux. Quase 90 anos depois vemos José Wilson à frente do Circo Spadoni e da Escola de Circo Picadeiro, mantendo essa longa tradição das famílias circenses viva e forte. O diretor Paulo Caldas decidiu reviver a trajetória de um dos maiores mestres circenses do Brasil, Zé Wilson, em regresso à sua cidade natal, no sertão de Alagoas.

Pedro Henrique e José Wilson Moura (Foto: Fred Jordão)

O filme O Circo Voltou vai mostrar Zé Wilson e sua trupe saindo de São Paulo rumo à Major Isidoro, atravessando o Brasil profundo com suas paisagens e personagens fascinantes, realizando apresentações em Furquin no interior de Minas Gerais, no Quilombo Cinzentos na Bahia, em uma aldeia em Palmeiras dos Índios até culminar no grande espetáculo em Major Isidoro, e dessa forma, contar a saga do Circo como resistência cultural no Brasil, sempre se reinventando ao mesmo tempo em que mantém a tradição. Na  próxima quina-feira, às 19h, teremos uma sessão gratuita,na plataforma Itaú Culural Play.

O ator José Wilson Moura (Foto: Fred Jordão)

Copacana Palace reabre seu Teatro

Paulo Gracindo e Bibi Ferreira (Foto: Divulgação)

O Copacabana Palace, hotel do grupo Belmond, anunciou a reabertura do clássico Teatro Copacabana Palace, considerado um dos grandes palcos do País, por onde já passaram nomes como Paulo Autran, Tônia Carrero, Maria Della Costa, Bibi Ferreira, Marilia Pera, Renata Sorrah etc. Fechado desde 1994 – quando recebeu a peça Desejo, estrelada por Vera Fischer – o Teatro será reaberto em novembro para marcar um novo capítulo na história cultural e artística da cidade.

Francisco Cuoco e Tônia Carrero (Foto: Divulgação)

O primeiro espetáculo a estrear em seus palcos, previsto para dezembro, não poderia ser mais especial, Copacabana Palace – O Musical. A idealização e direção é de Gustavo Wabner e Sergio Módena, com texto das autoras e produtoras Ana Velloso e Vera Novello e do jornalista e escritor Luis Erlanger e produção executiva e artística da Sábios Projetos. Informa o gerente geral do Copacana Palace, Ulisses Marreiros.

Maria Della Costa e Sandro Pollini (Foto: Divulgação)

A Paixão de Cristo do Recife

O maior espetáculo ao ar livre do Recife, a Paixão de Cristo, está sendo adaptado para o audiovisual e, em 22 de novembro de 2021, Dia de Nosso Senhor Rei do Universo, terá sua versão cinematográfica exibida online, pelo Youtube. Com novo Jesus pernambucano (Domingos Júnior), e elenco de veteranos, os ensaios estão acontecendo, desde agosto, no Teatro Hermilo Borba Filho, onde será gravado na última semana de setembro. Acompanhe as novidades da Paixão do Recife pelo www.paixaodecristodorecife.

O ator Domingos Júnior (Foto: Thiago Farias Neves)

A XXIII montagem assinada pela Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco, terá formato mais enxuto, Paixão de Cristo do Recife: Jesus, a Luz do Mundo, assim batizada desde 2019, passou de 1h40 para 1h20, e de 210 pessoas, entre atores, figurantes e equipe técnica, para cem. Diretor e autor da montagem, Carlos Carvalho fala sobre o desafio de adaptar um texto teatral para o audiovisual, respeitando a história bíblica e a contemporaneidade.

A atriz Angélica Zenith (Foto: Thiago Frias Neves)

O elenco é formado por Domingos Júnior (Jesus), Angélica Zenith (Maria), Ivo Barreto (Judas), Sérgio Gusmão (Herodes), Carlos Lira (Pilatos), Gheuza (Madalena), Albemar Araújo (José de Arimateia), Maria do Céu (Herodíades) e Márcio Fecher (Satanás) entre os 43 nomes que compõem o elenco principal. Participam ainda 28 figurantes. A produção-geral é de Paulo de Castro, ao lado de Antônio Pires. Manuel Carlos assina os figurinos, e Eron Villar a iluminação. A trilha sonora original foi do maestro José Renato Accioly.

  • 1 2 7