Fernando Machado

Blog

Categoria Notícias da Caserna

Parabéns, II COMAR!

II COMAR (Organização sucessora da 2ª Zona Aérea, ativada e comandada pelo Patrono da Força Aérea Brasileira, Marechal Eduardo Gomes) celebrou em uma série de eventos o seu 80º aniversário. Ontem, a Organização Militar sediada no Recife foi homenageada em uma cerimônia militar com a presença do Comandante Militar do Nordeste, General Richard Fernandez Nunes, que foi recebido pelo Vice-Secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, Brigadeiro Valter Borges Malta (que presidiu a solenidade), e pelo Comandante do II COMAR, Brigadeiro Cesar Faria Guimarães.

Os brigadeiros Josuá, Carlos Sergio Cesar, Cesar Faria Guimarães e Valter Malta (Foto: COMAR)

Em suas palavras, o Brigadeiro Cesar falou sobre a trajetória do Comando, reativado em 2 de julho de 2020, e citou feitos de dois Comandantes anteriores presentes: o Brigadeiro Carlos Sérgio de Sant’anna Cesar e o Brigadeiro Louis Jackson Josuá Costa. “Aqui estamos à disposição. Atuamos ao longo destes 80 anos em apoio ao Brasil e a Pernambuco. Coordenada pelo Brigadeiro Josuá, nosso Comandante entre 2009 e 2010, aqui também foi cumprida a maior operação de busca aérea no mar da América Latina, após a tragédia do voo AF 447, da Air France, que partiu do Rio de Janeiro a Paris em 31 de maio de 2009. Mas a Força Aérea não nos remete apenas aos capítulos do emprego do Poder Aeroespacial, traz para o povo da Terra dos Altos Coqueiros, programas e projetos sociais que reforçam a educação e asseguram o exercício da cidadania. Contamos há quase 30 anos com o Projeto Asa Branca, que oferece anualmente oficinas semi-profissionalizantes para adolescentes na faixa etária dos 13 aos 17 anos – uma iniciativa criada pela gestão do Brigadeiro Cesar, entre os anos de 1993 e 1995″, discursou.

Taciana Moury e seu Cesar Faria Guimarães (Foto: COMAR)

Durante a solenidade, foi entregue o título honorífico de Membro Honorário da Força Aérea Brasileira a personalidades pernambucanas, como reconhecimento pelos valiosos serviços prestados à Aeronáutica brasileira. Ainda, o Brigadeiro Cesar entregou uma homenagem aos Comandantes veteranos do II COMAR e os certificados ao Graduado e ao Praça Padrão do efetivo do Comando: Sargento de Material Bélico Ricardo Lessa Neves Junior e ao Cabo Músico Henrique Moraes Alexandrino, respectivamente. Por fim, 12 militares foram agraciados com a Medalha Militar por tempo de serviço, que se destina a recompensar os bons serviços prestados pelos oficiais e praças da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, em serviço ativo. Foram concedidas medalhas de ouro, com passador de ouro; de prata, com passador de prata; e de bronze, com passador de bronze, aos militares que completaram respectivamente 30, 20 e 10 anos de bons serviços prestados.

Notícias da Caserna

O Secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, brigadeiro José Augusto Crepaldi Afonso e o comandante do II COMAR, Brigadeiro Cesar Faria Guimarães, estarão, amanhã, às 10h30, à frente da Cerimônia Militar Alusiva ao 80º Aniversário do II COMAR. O evento acontecerá no QG do Segundo Comando Aéreo Regional.

O brigadeiro Cesar Faria Guimarães (Foto: Face)

Almirante André Moraes Ferreira (Foto: Marinha)

O almirante André Moraes Ferreira, que nasceu em Salvador, na Bahia, é o novo comandante do III Distrito Naval, sediado em Natal no Rio Grande do Norte. Antes ele servia na Diretoria de Assistência Social da Marinha e já foi chefe do Estado Maior do I Distrito Naval. Segundo fui informado ele muito educado amante da memória da Marinha.

As primeiras mulheres na AMAN

Pela primeira vez, nos 210 anos de história da Academia Militar das Agulhas Negras, a AMAN, 23 mulheres tornaram-se aspirantes a oficiais. Na manhã ensolarada e quente de sábado, elas estavam entre os 368 ex-cadetes que integram a Turma Dona Rosa da Fonseca. Passado um pouco das 11h, a solenidade teve início com a presença do Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, que acompanhou a cerimônia do palanque das autoridades, junto ao Presidente da República, Jair Bolsonaro. Concluíram o curso: um da Guiana, outro do Paraguai, dois do Senegal, um de Timor Leste e dois do Vietnã.

O presidente Bolsonaro passando revista na tropa (Foto: Clauber Cleber Caetano)

O palanque com as autoridades (Foto: Clauber Cleber Caetano)

Ao lado do Presidente estavam o Vice-Presidente, Hamilton Mourão; os Comandante da Marinha, Almirante Almir Garnier Santos; do Exército, General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General Laerte de Souza Santos; além de demais autoridades civis e militares. A alagoana que empresta o nome à turma recém-formada, Rosa Maria Paulina da Fonseca (1802 a 1873), é patrona da Família Militar. Casou-se com o militar do Exército Manuel Mendes da Fonseca e tiveram 10 filhos, sendo que sete, dos oito homens, seguiram a carreira militar. Entre eles, o Marechal Manuel Deodoro da Fonseca, Proclamador da República e primeiro Presidente do Brasil.

Mais um crime à memória de Pernambuco

No dia 24 de outubro de 1857, Dom Pedro II criava no Recife, a Escola de Aprendizes de Marinheiros de Pernambuco, que depois foi transferida para Olinda. Agora vem a noticia muito triste para o Estado. O atual comandante do III Distrito Naval, Noriaki Wada, que por sinal foi diretor da Escola, alegando economia de gastos decidiu fechá-la.

Vista aérea da Escola de Aprendizes de Marinheiros (Foto: Divulgação)

É bom lembrar que a EAMPE foi a primeira a ser instalada no Brasil. Mais um crime contra nossa memória. No local deverá funcionar a Capitania dos Portos de Pernambuco, atualmente no Recife Antigo e construir um novo Hospital Naval. Os alunos daqui deverão ser remanejados para a Escola de Aprendizes de Marinheiros do Ceará.