Fernando Machado

Blog

Categoria música

Festival São João Sinfônico

Maestro Jose Renato Accioly regendo a OCPE (Foto: Divulgação)

Depois de dois anos sem se realizar devido à pandemia, o Festival São João Sinfônico está de volta com espetáculos no Teatro de Santa Isabel, amanhã e sábado, às 20h. À frente está o maestro José Renato Accioly, com um time de 32 instrumentistas da Orquestra de Câmara de Pernambuco que subirá ao palco do teatro trazendo alguns convidados especiais, para atuarem como solistas.

O forrozeiro Geraldinho Lins (Foto: Divulgação)

Dessa vez, foram convocados os forrozeiros Geraldinho Lins e Petrúcio Amorim, na estreia, e o grupo Quinteto Violado, na noite seguinte. Sérgio Campelo (maestro e fundador do SaGrama) assina os arranjos e os dançarinos Josy e Tico Caxiado, do Balé Cultural de Pernambuco, farão a conexão da música com as danças populares. A programação inclui, ainda, a cada dia, um concerto-aula, às 16h.

O forrozeiro Petrucio Amorim (Foto: Tom Cabral)

No dia 21, ocorrerá também a Prosa de São João, evento online, com transmissão ao vivo pelo YouTube, para mostrar como se faz esta mistura do erudito com o popular. Além do lado inusitado de uma orquestra celebrar o São João, tocando os ritmos do período, o projeto – que estreou em 2017 e chega à terceira edição – ganha importância pela homenagem aos artistas convidados, ressalta a produtora executiva e diretora-geral do São João Sinfônico, Carla Navarro.

Josy, Tico Caxiado e OCPE (Foto: Divulgação)

O Red Carpet do Billboard Music Awards 

Priyanka Chopra by D&G ao lado de Nick Jonas by Fendi e Alicia Keys (Fotos: Getty)

Para premiar os melhores músicos da atualidade, famosos se reuniram no Microsoft Theater, em Los Angeles, nos Estados Unidos, no domingo, para celebrar o Billboard Music Awards 2021. No tapete vermelho, looks especiais e muito glamour. Apesar de boa parte da população americana já estar vacinada, a organização seguiu todos os protocolos de saúde e higiene para combater o avanço da Covid-19.

Carol G by Celia Kritharioyi e Doja Cat no red carpet (Fotos: E!Entertainment)

O apresentador do evento foi o cantor Nick Jonas e um dos recordistas de indicações da noite foi o canadense The Weeknd, que fez show com balé de carros e caminhões em estacionamento.  A grande supresa da noite foi a apresentação dos coreanos do BTS com sua nova música, Butter. A linda Alicia Keys celebrou os 20 anos do álbum Songs In A Minor e fez performance de medley de músicas históricas. A cantora Pink se apresentou e foi homenageada com o Icon Award.

Pink e Saweetie by Giambattista Valli (Foto: E!Entertainment)

Brasil perde a voz Agnaldo Timóteo

A MPB está mais pobre desde ontem, com a morte de Agnaldo Timóteo. O cantor nasceu em Caratinga, em Minas Gerais, na terra da Miss Brasil de 1961, Staël Abelha. Já deve ter se reunido com Ângela Maria e quem sabe não cantaram Mamãe, de Davi Nasser e Erivelto Martins. Agnaldo começou sua vida trabalhando num circo. Em Belo Horizonte teve a alegria conhecer sua musa Ângela Maria.

Agnaldo Timoteo sua voz nunca será esquecida (Foto: Divulgação)

Foi ela quem lhe deu o conselho para Agnaldo ir para o Rio de Janeiro, em busca de oportunidades. Na década de 60, já no Rio, pediu trabalho para Ângela Maria, que tinha um automóvel e não sabia dirigir. Em 1967 finalmente a felicidade bateu na sua porta com a canção Meu Grito de Roberto Carlos, seu conhecido quando recém-chegado ao Rio de Janeiro consolidou a sua carreira. Alem de cantor, foi compositor, escritor e político.

Quem tem saudade não está sozinho

Hoje é o Dia da Saudade e para evoca-la vamos recordar duas belas musicas. A primeira é o frevo composto por Nelson Ferreira (1902/1976) e Aldemar Paiva (1925/2014), Frevo da Saudade e a segunda é o samba Chega de Saudade, de Vinicius de Moraes (1913/1980) e Antônio Carlos Jobim (1927/1994). Claro que tem outras lindas que evocam a saudade, mas estas duas tem um pouco da saudade que trago dentro de mim. Ouça a musica pelo Bloco da Saudade: https://www.youtube.com/watch?v=9Rdr4YaYB9A.

Nelson Ferreira e Aldemar Paiva (Fotos: Divulgação)

Frevo da Saudade: “Quem tem saudade não está sozinho / tem o carinho da recordação / por isso quando estou mais isolado / estou bem acompanhado com você no coração / Um sorriso, / um abraço e uma flor / tudo é você na imaginação / serpentina ou confete, carnaval de amor / tudo é você no coração / você existe como um anjo de bondade / e me acompanha nesse frevo de saudade”.

Vinicius de Moraes e Tom Jobim (Foto: Divulgação)

Chega de Saudade: “Vai minha tristeza e diz a ela / Que sem ela não pode ser / Diz-lhe numa prece que ela regresse / Porque eu não posso mais sofrer / Chega de saudade, a realidade é que sem ela / Não há paz, não há beleza, é só / Tristeza e a melancolia / Que não sai de mim, não sai de mim, não sai / Mas se ela voltar, se ela voltar / Que coisa linda, que coisa louca / Pois há menos peixinhos a nadar no mar / Do que os beijinhos que eu darei na sua boca”. Ouça esse hino por Elizeth Cardoso: https://www.letras.mus.br/elisete-cardoso/868120/.

  • 1 2 6