Fernando Machado

Blog

Categoria Esportes

Ayrton Senna by Robson Sampaio

Robson Sampaio, poeta pernambucano, membro da Academia Recifense de Letras e jornalista escreveu esse réquiem pelos 28 anos sem Ayrton Senna, em português e inglês. “Frágil Homem de Aço! / Deus é o tempo, é a hora / Você, Senhor Velocidade! / Na última curva da Vida / Os deuses dormiam. / A morte, não! / A máquina insensível / Virou ferros contorcidos / E os anjos te encantaram… / Frágil Homem de Aço! / Deus é o tempo, é a hora / Você, Senhor Velocidade! / Semideus das pistas / Semideus alado / Ave ferida, ave arrebatada / Ídolo e sonho dos mortais… / Frágil Homem de Aço! / Deus é o tempo, é a hora / Você, Senhor / Velocidade! / A curva é o limite. / Deus dá, Deus tira. / E no circuito dos Céus / Na ultrapassagem de nuvens e estrelas / Você, Senhor Velocidade, / Fará todas as “Poles” e estará / No “Pódium” da Eternidade…”

Robson Sampaio e Ayrton Senna (Fotos: Divulgação)

“Fragile Man of Steel! / God is the weather and the time / You, Sir Speed! / On the last curve of life / The Gods were sleeping. / Death, no! / The insensitive machine / Turned into twisted metal / And the angels charmed you… / Fragile Man of Steel! / God is the weather and the time / You, Sir Speed! / Demigod of the tracks / Winged demigod / Wounded bird, bird snatched away / Idol and dream of mortals… / Fragile Man of Steel! / God is the weather and the time / You, Sir Speed! / The curve is the limit. / God giveth and God taketh away. / And on the track in the heavens / Overtaking amongst clouds and stars / You, Sir Speed! / Will take all the “poles” and will be / On the “Podium” of Eternity…”

O desafio da Farinha

Diante da quarentena muitas pessoas estão tendo a oportunidade de ter mais contato com as outras, principalmente pais e filhos. Para quem busca fugir do tédio de ter que ficar dentro de casa, uma brincadeira vem se tornando comum entre os ‘confinados’, o desafio da farinha. A proposta da brincadeira é reunir três pessoas próximas, sejam amigos ou familiares, em que um fica no comando e outras duas pessoas são submetidas a ter o rosto sujo de farinha de trigo, a partir de uma pergunta que é feita.

Luana Tenório (Foto: Dalila Olliver)

Segundo a dermatologista Luana Tenório, esta é uma brincadeira com muitos riscos, porque quando a pessoa está com a farinha no rosto e fala, há o risco de inalar o produto e aspirar a substância, podendo gerar inclusive uma pneumonia química. Ainda segundo Luana, o trigo em contato com o olho causa uma reação de corpo estranho, que pode causar desde uma leve irritação, até problemas mais graves como lesão na córnea.

Baile Vermelho e Branco

Resultou num sucesso a prévia Baile Vermelho e Branco promovida pelo Clube Náutico Capibaribe, sexta-feira. Os alvirrubros se esbaldaram ao som das bandas Pura Paixão, Patusco e Orquestra Maia. Foi uma noitada de pagode e de frevo. O ponto alto aconteceu quando Netinho subiu ao palco entoando seus maiores sucessos do axé dos anos 90.

Netinho com os organizadores da festa Hugo Arcoverde, Luís Júnior, Dirceu Paes e Mário Johnson (Foto: Ivaldo Reges)

O cantor baiano fez todo mundo relembrar, em duas horas de show, o bloco Leque Moleque, comandado por ele, e o Recifolia. Agradeceu ao povo pernambucano pelo carinho, afirmando que em Recife se sentia em casa. Uma volta grandiosa do tradicional Baile Vermelho e Branco e de Netinho aos nossos palcos.

Pernambucanos seguem para jogos no Sul do País

Há 85 anos, seguia pelo vapor Manaus, para o sul do país, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, uma delegação de 20 atletas universitários pernambucanos, para disputar os I Jogos Universitários do Brasil. Vão disputar atletismo, basquete, tênis e vôlei.

Os universitários que seguiram até o sul do País (Foto: Diário da Manhã)

Participaram do embarque Fausto Pontual, Arino Barreto, José Falcão, Hilário Gurgel, Jorge Vieira da Cunha, Octavio Rosa Borges, João Reis, Milton Madeira, Pedro Carvalho, Fernando Cruz, Oldano Pontual, João Suassuna, Murilo Pinheiro, Severino Neto, Manoel Caetano e Paulo Amazonas.