Fernando Machado

Blog

Categoria Esportes

Bolsa Atleta

A lista com o nome de 6.374 atletas contemplados no edital 2022 do Bolsa Atleta foi publicada segunda-feira, no Diário Oficial da União, por meio da Portaria nº 762. Uma das principais iniciativas de patrocínio direto a esportistas de alto rendimento no mundo, o programa da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania é citado por 99,74% dos beneficiários como único patrocínio a que têm acesso.

No total, 3.548 homens e 2.826 mulheres receberão o benefício, a partir de um investimento de R$ 82,8 milhões. Somados aos 349 da Bolsa Pódio – categoria mais alta do programa, que tem edital separado e é voltada para classificados entre os 20 primeiros do ranking mundial –, o total de atendidos chega a 6.723. O investimento federal para pagamento anual do programa. Informa o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento.

Voz dos Oceanos segundo os Schurmann

Raul Aragão, Wilhelm, Heloisa e Vilfredo Schurmann com Ítalo Ferreira (Foto: Voz dos Oceanos)

A convite de Kaiak, da Natura, uma das apoiadoras da expedição Voz dos Oceanos, o medalhista olímpico Ítalo Ferreira embarcou no veleiro Kat, da Família Schurmann. Durante o encontro, a velejada pela Baía de Todos os Santos, na Bahia, garantiu muita troca sobre surf, esportes aquáticos e amor aos oceanos entre o surfista e a tripulação.

Heloisa e Vilfredo Schurmann com Ítalo Ferreira (Foto: Voz dos Oceanos)

O momento também foi palco para a principal problemática das águas mundo afora: os desafios de reverter a invasão plástica nos oceanos – iniciativa também contemplada por Kaiak, marca líder na perfumaria nacional. Com um campeão mundial de windsurf na liderança da expedição, Wilhelm Schurmann, o encontro também rendeu momentos na água, quando os atletas praticaram stand up paddle.

Ítalo Ferreira, Raul Aragão e o clã Schurmann (Foto: Voz dos Oceanos)

Pernambuco é campeão Brasileiro de Hóquei de 1961

Há 60 anos, Pernambuco era campeão Brasileiro de Hóquei em Patins, ao vencer o São Paulo, por 4×3, na quadra do Clube Português do Recife. Os gols foram Heninho (2) e Breno (2) por Pernambuco e Paulo José e Mesquita (2) por São Paulo. Heninho e Breno foram convocados para a seleção brasileira.

A seleção pernambucana campeã (Foto: Acervo da família)

Participaram do campeonato as seleções da Guanabara, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Pernambuco foi campeão com Betinho, Breno, Claudio, Edmir, Heninho, Lula, Pig e Salatiel. O técnico era Alceu.

Heninho e Breno em pé e Calabria e Pig agachados (Foto: Acervo da Família)

A abertura do II Campeonato Brasileiro de Hóquei em Patins foi no dia 27 e terminou no dia 30 de outubro, Clube Português do Recife. Era uma época de ouro para este esporte. Temos que destacar os atletas Fernando, Bonga, Audja, Alceu, Dilson e Joaquim

Jordan Windle um vitorioso

Jordan e o pai Jerry Windle (Foto: Acervo de JW)

O atleta Jordan Pisey Windle fez parte da delegação dos Estados Unidos para o salto ornamental nas Olímpiadas de Tóquio, mas poucos sabem que ele talvez não tivesse chegado tão longe se não fosse pelo norte-americano Jerry Windle que decidiu adotá-lo em um orfanato no Camboja quando ele tinha um ano. Jordan nasceu no dia 13 de novembro de 1998. Windle fez parte da equipe olímpica dos Estados Unidos de 2021, em Tóquio, ficou no nono lugar.

Jerry Windle e o filho Jordan (Foto: Acervo de JW)

Jerry Windle sempre desejou ser pai, mas sabia que nunca conseguiria passar pelos trâmites da adoção nos Estados Unidos, já que estava na década de 1990 e ele era um homossexual e solteiro. O pequeno Jordan estava desnutrido e lutava contra uma grave infecção, mas o homem se apaixonou por ele e o adotou. Jordan aos 16 anos voltou ao Camboja para incentivar crianças órfãs e pobres na prática do esporte, e foi recebido como um grande herói da nação.

O atleta Jordan Pisey Windle sofreu muito bulling_(Foto: Divulgação)

  • 1 2 7