Fernando Machado

Blog

An Independence Day Celebration

i-daniel-liza-kubiske-clifford-barbara-sobel1
Daniel e Lisa Kubiske, Clifford e Barbara Sobel no corte do bolo (Fotos: Fernando Machado)

Foi uma noite linda aquela da comemoração dos 233 anos da Independencia dos Estados Unidos, realizada sexta-feira, no Bufê Ana Goes, no Recife Antigo. A decoração teve recheio de Lincoln e Obama. Em síntese uma noite elegante embalada pelos ruídos de um quinteto musical.

i-liza-kubiske-regina-pontes-barbara-sobel-daniel-bazan1
Lisa Kubiske, Regina Pontes, Bárbara Sobel e Daniel Bazan

A decoração assinada por Robson Chagas estava clean e simplérrima, mas de um efeito sem igual. Na parte externa do prédio uma iluminação tricolor (vermelho, azul e branco) e na interna um mix de spots coloridos. O item foi assinado pela Iluminas. Sobre as mesas pequenos arranjos onde repousavam as bandeiras dos Estados Unidos e muitas estrelinhas azuis. Na entrada um pôster enorme do presidente Barack Obama. E do alto caiam faixas nas cores da bandeira do Tio Sam.

i-joao-alberto-joezi-barros1
João Alberto e Joezil Barros entre o poster de Obama

A estrela incontestável do salão foi a embaixatriz Bárbara Sobel, a très chic num modelo vermelho do estilista italiano Valentino. Nestas três décadas que cubro o corpo consular nunca apareceu no Recife uma embaixatriz tão elegante como Bárbara. Uma pena que ela e o embaixador Clifford Sobel estejam deixando o Brasil. Como embaixador norte-americano, foi a última vez que veio ao Recife, pois no próximo mês estará voltando ao seu país. Porém eles declararam que vão voltar outras vezes ao nosso país.

i-caroline-schneider-eliana-luna1
Caroline Schneider e Eliane Luna

Recebendo os convidados estavam os Sobel, o vice-cônsul Daniel Bazan and Regina Pontes, a ministra conselheira da embaixada Lisa Kubiske e o marido Daniel, a vice-cônsul Elizabeth MacDonalds e a adida cultural Caroline Schneider, além da competente secretária Eliane Luna. Tivemos duas falas, a do Mr. Bazan e a do Mr. Sobel, que foi um verdadeiro hino de amor ao Brasil. Edvaldo Amorim fazia a tradução do speech do embaixador.

ii-margarida-cantarelli-francesco-piccione1
A desembargadora Margarida Cantarelli e o cônsul Francesco Piccione

Na sequencia tivemos a execução dos hinos dos Estados Unidos e do Brasil pelo quinteto formado por Anuacy (guitarra), Ivan (sax), Rostand (bateria), Lula (baixo), Diego (teclado). Os diplomatas ianques na hora do seu hino colocaram a mão sobre o coração. Os brasileiros, em número muito maior, preferiram cantar o hino.

i-edison-lawrence-dantas-joese-bandeira-leandro1
O almirante Edison Lawrence Dantas e o capitão dos Portos Joése Bandeira Leandro

O bufê estava impecável. Como entrada suflê de bacalhau, sunomono, salada tailandesa, salada húngara, e 35 tipos de canapés. Na mesa de anti pasto risoto de camarão, terrini de mariscos, tender defumado, salmão ao molho de maracujá e como não podia faltar hot dog (ao estilo americano). O imenso bolo com a bandeira da terra de Lincoln foi doado pelo Wal Mart.

i-jose-lopes-servilio-paiva-carlos-eduardo-casa-nova
O coronel José Lopes, o secretário Servílio Paiva e o coronel Carlos Eduardo Casa Nova

Do Corpo Consular anotamos Thomas Wülfing e Karen Dittrich (Alemanha), Francesco Piccioni e Enza Bosetti (Itália), Toshio Watanabe (Japão) e o embaixador Isnard Penha Brasil. Entre os militares, os comandantes do III Distrito Naval (almirante Edison Lawrence Dantas), do II Comar (brigadeiro Louis Josué Costa), da Polícia Militar (coronel José Lopes), do Corpo de Bombeiros (coronel Carlos Eduardo Casa Nova) e o secretário de Defesa (Servilio Paiva).

i-silvia-rissin-luciana-fernandes-luciana-posternak1
As senhoras Silvia Rissin, Luciana Fernandes e Luciana Posternak

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.