Fernando Machado

Blog

A gratidão comove

Quando Jesus entrava em um povoado, 10 leprosos foram ao seu encontro. De longe gritaram: “Jesus, Mestre! Tenha dó de nós!”. Jesus os viu e disse: “Vão e peçam aos sacerdotes que examinem vocês”. Quando iam pelo caminho, eles foram curados. Um voltou para agradecer a Deus. E Jesus indagou: “Os homens que foram curados eram dez. Onde estão os outros nove? Dos 27 candidatos ao Mister Pernambuco de 2015, não esperava nenhum agradecimento, mas Wallem Bezerra Mister Olinda e Carlos Henrique Alves Mister Chã Grande, foram gratos. Tocou-me.

Agradecer é um gesto tão simples, mas poucos conseguem fazê-lo. Quando alguém faz isso me toca. Da oração de São Francisco pincei este trecho: “Ó Mestre, Fazei que eu procure mais / Consolar, que ser consolado; / compreender, que ser compreendido; / amar, que ser amado. / Pois é dando que se recebe, / é perdoando que se é perdoado, / e é morrendo que se vive para a vida eterna”.

Dois agradecimentos que me emocionoram. O do coordenador do concurso Miguel Braga: “Muitas coisas bonitas não podem ser vistas ou tocadas, elas são sentidas dentro do coração. O que você fez por mim, é uma delas. E eu agradeço do fundo do meu coração. Obrigado, Fernando!” Dom Miguel é dando que se recebe e é amando que se é amado.

A outra foi do Diretor de Cultura da Prefeitura de Petrolina e um dos coordenadores do Mister Pernambuco 2015, Alzyr Saadeher: “Prezado Fernando, muito obrigado por sua visita na nossa cidade, Petrolina estar de portas abertas para você e para o seu trabalho, apesar do pouco tempo , sua passagem foi marcante. Fique a vontade quando quiser aparecer, as portas estarão sempre abertas”.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.