Pausa Poética

“A dor de uma saudade / Vive sempre em meu coração / Ao relembrar alguém que partiu / Deixando a recordação / Nunca mais…/ Hão de voltar aos tempos / Felizes que passei em outro carnavais”. Edgard Moraes (1904/1973)