Fernando Machado

Blog

100 Anos de Odorico Tavares

O Instituto Ricardo Brennand, na Varzea, recebeu ontem à noite o vernissage 100 Anos de Odorico Tavares – Sonhos e Desejos de um Colecionador. O local que já é bonito por natureza estava mais ainda, graças a habilidade do curador Emanoel Araújo dando um toque todo especial para as 178 peças, sendo 28 delas esculturas. Nossos olhos passeavam por telas de Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Picasso, Miró, Volpi, Djanira, Pancetti, Lula Cardoso Ayres, Francisco Brennand, para citar apenas estes grandes nomes.


Tania, Luciano e Cecilia Tavares (Foto: Fernando Machado)

O pernambucano de Timbaúba, Odorico Tavares atuou por muito tempo no Diário de Pernambuco, até que em 1942, devido as perseguições do então governador Agamenon Magalhães foi morar em Salvador, na Bahia. Por indicação de Assis Chateaunbriand foi dirigir o Diário de Noticias na Boa Terra. Foi lá que Odorico despertou para as artes plásticas.


Simone Augusto de Moraes e Angela Agra (Foto: Fernando Machado)

E para festejar seus anos de nascimento, 26 de julho de 1912, Emanoel Araujo programou essa mostra que chegou ao Recife, depois de passar por São Paulo e Curitiba. Ela vai ficar aberta ao público até o dia 3 de março de 2013. Ao que tudo indica, a nora de Odorico, Tânia Tavares e o filho Luciano, voltarão no próximo ano para o lançamento do catálogo dos 100 Anos de Odorico Tavares – Sonhos e Desejos de um Colecionador.


Roque de Brito Alves e sua tela preferida (Foto: Fernando Machado)

Este acervo que o pernambucano poderá admirar a partir de hoje no Instituto Ricardo Brennand está avaliado em 50 milhões de reais. O jurista Roque de Brito Alves ficou fascinado por uma tela de Portinari, por fugir do seu estilo. Tinane Almeida adorou o espaço dedicado às artes sacras, principalmente a imagem de São João Batista. O IRB foi criado pelo colecionador Ricardo Brennand, em 12 de setembro de 2002.


Carlos Henrique Barbosa e Emanoel Araújo (Foto: Fernando Machado)

O cardápio da Doce Engenho estava de se comer rezando para São João Batista. A mesa estava linda e sobre ela repousavam quiches (alho poró, tomate seco, queijo do reino e bacalhau), frutas secas e da época, peito de peru (bolinhas de peru), pernil de proco fatiado, servido com mix de pães (australianos, franceses e italianos). A mesa de queijos (golda, primadona, camembert, roquefort) estava uma loucura. Tudo isso regado a espumante adocicado da Rio Sol, sucos e refrigerantes.


Terezinha Tavares e Tinane Almeida (Foto: Fernando Machado)

Impossível citar todas as presenças, mesmo assim destacaríamos o cônsul Rodrigo Carneiro Leão, Tania Tavares com o filho Luciano e a nora Cecilia, Gracita Brennnand com as filhas Renata, Lourdes e Paula, Roque de Brito Alves, Miss Pernambuco de 1978 Angela Agra, Miss Brasil Mundo de 1987 Simone Augusto com Rogerio Monteiro de Moraes, Einar Barbosa com os filhos Carlos Henrique e Taciana.


Patricia Petribu, Gracita Brennand, Renata Carvalho e Vera Magalhães (Foto: Fernando Machado)

Ainda Terezinha Tavares com os filhos Claudio, Ana Elizabete e Ana Lucia, Tânia Carneiro Leão com a neta Maria Luiza, Cristina Ribeiro, Tereza Latache, Maria Tereza Coelho, Vera Costa, Kika Salazar, Elisio Moura, Zilton Antunes, Silvio Nogueira, José dos Santos, Sonia Lopes, Regina Xavier, Lelê Carvalho à côté André Valença, Leonardo Silva, Nilton Alves e Timoteo.


Tania, Luciano e Cecilia Tavares (Foto: Fernando Machado)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.