Notícias de Alagoas

A Agreste Saneamento segue adotando medidas emergenciais para controlar a qualidade da água captada na bacia do Rio São Francisco. O intenso volume das chuvas recentes e o rompimento de barragem que afetou o rio Ipanema têm contribuído para o aumento de vazão do São Francisco em Alagoas. Para se ter uma ideia, esta é a primeira vez desde o início da operação que há uma ocorrência desta magnitude.

O aumento da vazão traz, além da água, muitas impurezas e partículas em suspensão, o que é denominado tecnicamente como aumento na turbidez de água, e isto impacta diretamente na captação do recurso para o consumo humano. O cenário tem dificultado o tratamento da água captada e tratada pela Agreste Saneamento e entregue à Companhia de Saneamento de Alagoas para distribuição em dez municípios alagoanos, beneficiando mais de 400 mil pessoas.