Fernando Machado

Blog

Tag universo

Miss Universo de 1927

No dia 23 de maio de 1927, acontecia em Galveston, no Texas, o segundo concurso de Miss Universo. Participaram do evento oito estrangeiras e as demais norte-americanas. São elas Madeleine Woodman (Canadá), Angelina Anduiza (Cuba), Roberte Cusey (França), Maria Gallo (Itália), Rosa Blanq (Luxemburgo), Lucero Gusman (México), Margarida Bastos Ferreira (Portugal), Maria Casajuana (Espanha), Eliza Dixon (Vancouver), Nellie Mae Pace (Alexandria), Bonney Wisnlow (Amarillo), Hannah Joseph (Austin), Dorothy Rex (Baton Rouge), Ada Hayden (Beaumont).

m-hotel-galvez-beach-boulevard-galveston

Hotel Galvez, onde as misses se hospedaram diante da Beach Boulvard (Foto: Divulgação)

Também Lilian Rowet (Bessemer), Lesley Storey (Brooklyn), Frances Dempsey (Chicago), Gladys Payne (Cleburne), Modelle Ransome (Dallas), Dulcy Burke (Denver), Mary Alice Nichols (Douglas), Ada Williams (Florida), Gertrude Sheffield (Fort Worth), Betty Hopkins (Green Bay), Alberta McKellop (Houston), Bess Nance (Kerville), Frances Gadors ((Millwaukee), Jessie Rogers (Monroe), Mabel Riley (New Orleans), Dorothy Britton (New York),  Bertha Mae Melchan (Oak Cliff), Mae Elizabeth Letts (Ogden), Kathryn Hamer (Omaha), Mabel Iliff (Ottawa).

m-candidatas-miss-27

As misses em foto oficial na Beach Boulevard (Fotos: Divulgação)

Ainda Dorothy Fisk (Pine Bluff), Bess Enness (Point Isabel), Florence Zoeller (San Antonio) e Janet Currie (Shreveport). A vencedora foi a Dorothy Britton de Nova Iorque, em 2º Ada Williams (Florida), em 3º Rosa Blanq (Luxemburgo), em 4º Maria Casajuana (Espanha), em 5º Dorothy Fisk (Pine Bluff), em 6º Madeline Woodman (Canadá), em 7º Lesley Storey (Brooklyn), em 8º Roberte Cusey (França), em 9º Moselle Ranson (Dallas) e em 10º Maria Gallo (Itália).

m-dorothy-britton3

Miss Universo de 1927, Dorothy Britton (Fotos: Divulgação)

A comissão julgadora foi formada pelos artistas plásticos J. Knowles Hare e Albert Ricker, pelos cartunistas Harry Tuthill, Enrico Cerracchio e Paul Robinson, pelo jornalista Cornelius Vanderbilt Jr e pelo empresário E. H. Reynolds. Portanto há 88 anos, a norte-americana Dorothy Britton era consagrada Miss Universo de 1927.

Miss Universo 2014

O missólogo Roberto Macedo já escolheu suas 15 semifinalistas do Miss Universo de 2014, que acontecerá no próximo domingo na FIU Arena, em Doral, Miami. Para ele a vencedora será Desire Cordero (Espanha). Em 2º lugar ficará Valentina Ferrer (Argentina), em 3º Camille Cerf (França), em 4º Yulia Alipova e em 5º Noyonita Lodh (India). Para Roberto, Melissa Gurgel (Brasil) e Muigbelis Lynette Castellanos (Venezuela) ficarão fora da Top 15.

desire-valentina-camille

Desire Cordeiro, Valentina Ferrer e Camille Cerf (Fotos: Divulgação)

Para ele as 15 são: Valentina Ferrer (Argentina), Paulina Vega (Colômbia), Desire Cordero (Espanha), Alejandra Arguto (Equador), Silvia Prochadkova (Eslováquia), Nia Sanchez (Estados Unidos), Camille Cerf (França), Grace Levy (Grã-Bretanha), Yasmin Verheijen (Holanda), Noyonita Lodh (Índia), Kaci Fennell (Jamaica), Patricya Belousova (Lituânia), Gabriela Berrios (Porto Rico), Yulia Alipova (Rússia) e Pimbongkod Chnkaew (Tailândia).

Esquinas do Mundo

No próximo dia 25, em Doral, Miami, teremos a escolha da Miss Universo de 2014. Participam do evento 88 candidatas. No ranking do concurso temos os Estados Unidos com oito títulos, Venezuela com 7, Porto Rico com 5, Suécia com 3; Brasil (Ieda Varagas em 1963 e Martha Vasconcelos em 1968), México, Japão, Filipinas, Canadá, Austrália, India, Trinidad & Tobago, TailândiaFinlândia faturaram 2 títulos.

m-ieda-martha

Ieda Vargas e Martha Vasconcelos  foram Misses Universo (Fotos: Divulgação)

rogerio-alves-camila-parou-tuto

Rogério Alves e sua esposa Camila Sérgio (Foto: ParouTudo)

O BBB e dançarino pernambucano Rogério Alves, 45 anos, pensou em deixar o Recife, porque se achava gay. O seu pai disse para ele que deveria ser gay bem longe de sua casa. Quando cresceu foi descobrindo que não era gay e sim um homem sensível. Rogério é casado com a fotógrafa Camila Sergio e ao site Parou Tudo afirmou que sentia vontade para brincar de bonecas ou vestir-se com saias, quando adolescente. Então vamos combinar assim.

Miriam vence Martha no Miss Universo de 1954

Hoje faz 60 anos Miriam Stevenson, dos Estados Unidos, era eleita Miss Universo de 1954. Foi a terceira edição do concurso realizado Long Beach Auditorium, em Long Beach, na Califórnia e a primeira norte-americana a vencê-lo. Participaram do conclave 33 candidatas. Esta edição marcou a primeira participação do Brasil, no Miss Universo, com a baiana Martha Rocha.

u54-miriam-stevenson

Miriam Stevenson, Miss Universo de 1954 (Foto: Arquivo)

u-54-top5

As cinco finalistas: Martha Rocha foi destaque (Foto: Arquivo)

Martha Rocha foi considerada a mais bonita miss do concurso, e segundo o jornalista Justino Matins, ela teria perdido a coroa por causa de duas polegadas a mais nos quadris. Miriam e Martha terminaram empatadas em pontos após a votação final dos juízes. Como a marca de trajes de banho Catalina era a principal patrocinadora do concurso nesta época, a decisão acabou sendo pela que fazia a melhor figura em maiô.

u-54-misses-oficial

Foto oficial das candidatas: Martha é a segunda na primeira fila (Foto: O Cruzeiro)

u-54-misses-oficiail2

Miss Nova Zelândia, Moanaunui Manby, desmaiou por conta do calor (Foto: O Cruzeiro)

Miriam foi escolhida por ter as medidas dos quadris mais próximas do padrão de beleza norte-americana da Catalina. Como prêmio de consolação, a nova Miss Universo deu o carro que ganhou de presente à brasileira. Miriam Stevenson, representando a Carolina do Sul, venceu o Miss USA. Foi a primeira de oito norte-americanas a conquistarem a coroa até o ano passado.

mu-54-miriam-stevenson-christiane-martel

Miss Universo de 1953, Cristiane Martel coroando Miriam Stevenson (Foto: Arquivo)

u-54-argentina-brasil-cuba-costa-rica-frança-alemanha-grecia-hong-kong-italia-noruega-panamá-peru

Misses Argentina, Brasil, Cuba, Costa Rica, França, Alemanha, Grécia, Hong King, Itália, Noruega, Panamá e Peru (Foto: Arquivo)

Depois de seu ano de reinado, ela tornou-se apresentadora da televisão americana e fez relativo sucesso como modelo e em comerciais de TV até meados da década de 70. Em 5º lugar ficou Ragnhild Olausson (Suécia) em 4º Regina Ernst Alemanha), em 3º  Virgínia Chün (Hong Kong), em 2º Martha Hacker Rocha (Brasil) e a eleita foi Miriam Stevenson, dos Estados Unidos.

u54-candidatas

As candidatas em traje de noite (Foto: Arquivo)

u-54-jeff-chandler-martha-tony-curtis

Martha Rocha sendo beijada pelos aotres Jeff Chandler e Tony Curtis (Foto: O Cruzeiro)

Completou o Top 16 Ivana Kislinger (Argentina), Ivana Kislinger (Chile), Marian McKeown (Costa Rica), Jacqueline Beer (França), Rika Diallina (Grécia), Maria Teresa Paliani (Itália), Mona Stornes (Noruega), Liliana Torre (Panamá), Isabella Velarde (Peru), Blesilda Ocampo (Filipinas) e Ana Moreno (Uruguai). A Miss Simpatia foi Efi Andoroulakakis da Grécia e a Garota Popular Martha Rocha do Brasil.

u-54-martha-joao-martins-miriam-agosto

Martha Rocha, João Martins e Miriam Stevenson (Foto: O Cruzeiro)

u-54--martha-miriam-agosto

Martha Rocha e Miriam Stevenson no desfile pela beira mar de Long Beach (Foto: O Cruzeiro)

Informação importante: Miriam Stevenson tinha 36 polegadas de busto e de quadris. A cintura era 24 polegadas. Já Marta Rocha tinha 36 polegadas de busto, 38 polegadas de quadris e 23 polegadas de cintura. Foi o jornalista João Martins, da revista O Cruzeiro, que cobria o concurso de Miss Universo de 1954, quem criou a lenda das duas polegadas a mais. Alcir e Pedro Caetano compuseram a marchinha carnavalesca, gravada pela própria Martha Rocha. “Por duas polegadas a mais, / passaram a baiana pra trás. / Por duas polegadas,/ E logo nos quadris. / Tem dó, tem dó, seu juiz.”