Fernando Machado

Blog

Tag sunga

Mister Nacional Tailândia 2020

Narubez Calloun, Nattasak Phumnoi, Saharat Phangsoongnern, Songkran Udomsak e Wittaya Suwanthep (Foto: Concurso)

Apesar de ter acontecido no dia 23 de fevereiro, ainda é tempo de escrever sobre o Mister National Tailândia 2020, que este ano foi realizado no Mestyle Museum Hotel, em Bangkok. O concurso tem como presidente Sumani Khun Kasem. Quem também tem a sorte de escolher os candidatos é o maquiador número um da Tailândia, Pom Winich, que ajuda escolher os tailandeses para o concurso.

Mister Nacional Tailandia, Saharat Phangsoongnern (Foto: Concurso)

O vencedor foi Saharat Phangsoongnern, de 23 anos. No 2º lugar ficou Narubest Calhoun, que vai representar a Tailândia no Mister Modelwide; e no 3º lugar Wittaya Suwannathep, eleito o Mister Fotogenia. Também foram escolhidos Nattasak Phumnoi como Mister Model Worldwide e o malavilha Songkran Udomsak vai representar a Tailândia no Mister Tourism e o Melhor Corpo foi para Tawatchai Phaipong. Outro malavilha Kampanat Daugsuwan ficou fora do Top 9. Uma pena.

O Mister Corpo Thawatchai Phaipong (Foto: Concurso)

Os 13 participantes foram Kampanat Daugsuwan, Chatchai Aikhao, Boonkeng Srisanga, Narubest Calhoun, Pollawat Akarapattanachuwona, Phayunsak Chaipong, Wittaya Suwannathep, Watthana Samajak, Nattasak Phummnoi, Songudomsak, Saharat Phansoongnern, Thawatchai Phaipong, e Monton Youin. Gostei muito da coreografia, nos desfiles de sunga e de terno.

Kampanat Daugsuwan sempre simpático (Foto: Concurso)

Assistam o vídeo: https://www.bilibili.com/video/av91695999/?redirectFrom=h5

 

Lee Ho Jin vence o Man of the Year 2019

Espanha, Vietnã, Coreia, Indonésia e Mianmar (Foto: Missosology)

Domingo aconteceu Yangon, no Mianmar, a escolha do Man ofthe Year de 2019, com a participação de 16 candidatos. O vencedor foi Lee Ho Jin da Coreia e recebeu a faixa do Man of the Year de 2018, o tailandês Phiratthapong Nakamaguti. O concurso foi criado em 2016 por Raymond Djambek. Na minha opinião os melhores foram Tuong Nogc Minh do Vietnã e Cristian Moral Parra da Espanha.

Lee Ho Jin tomou um susto ao ser anunciado sua vitória (Foto: Missosology)

Tivemos os desfiles de sunga e terno, além das entrevistas. O Top 10 foi formado Try Daraviith (Cambodia), Rishabh Kumar Sachedeva (Índia), Tuong Nogc Minh (Vietnã), Jones Samuel Thomas (Austrália), Chit Ko Ko Htut (Mianmar), John Lester (Filipinas), José Alberto Zambrano Cardena do Panamá, Ryandi Anugrah Putra da Indonésia, Cristian Moral Parra da Espanha e Lee Ho Jin da Coreia.

Lee Ho Jin de sunga dourada e Chit Ko Ko Htut de traje típico (Fotos: Missosology)

O melhor traje típico foi o de Chit Ko Ko Htut do Mianmar. No 2º lugar ficou Danny Guerrero Alay do Equador e em 3º lugar Ryandi Anugrah Putra da Indonésia. Finalmente foi chamado 5º lugar Chit Ko Ko Htut do Mianmar, no 4º lugar Cristian Moral Parra da Espanha, no 3º lugar Ryandi Anugrah Putra da Indonésia, no 2º lugar ficou Tuong Nogc Minh do Vietnã e o primeiro lugar conforme já frisamos no inicio foi Lee Ho Jin da Coreia.

O dono do concurso Raymond Djambek, Lee Ho Jin e Phiratthapong Nakamaguti (Foto: Missosology)

Hoje tem Man of the Year 2019

John Samuel Thomas da Australia e Try Daravuth do Cambodja (Fotos: Aung Zaw)

Hoje, todas as atenções estarão voltadas Yangon, no Mianmar, onde será escolhido o Man of the Year de 2019, com a participação de 16 candidatos. O Brasil não vai participar, apesar de que no passado Andrio Frazon, faturou o 2º lugar. Vamos ter desfile de trajes típicos, sungas e terno. O vencedor deste ano será coroado pelo Man ofthe Year de 2018, o tailandês Phiratthapong Nakamaguti. O concurso foi criado em 2016 por Raymond Djambek.

 

Lee Ho Jin da Coreia e Danny Wladimir Guerrero Alay do Equador (Fotos: Aung Zaw)

Subirão na passarela Jones Samuel Thomas (Austrália), Try Daraviith (Cambodia), Danny Guerrero Alay (Equador), Christian Moral Parra (Espanha), John Lester (Filipinas), Rishabh Kumar Sachedeva (Índia), Ryandi Anugrah Putra (Indonésia), Lee Ho Jin (Coreia), Arun Prasad Mahendan (Malásia), Chit Ko Ko Htut (Mianmar), Dèeplóvè Purna (Nepal).

Christian Moral Parra da Espanha e Rishabh Kumar Sachdeva da Índia (Fotos: Aung Zaw)

Ainda José Alberto Zambrano Cardena (Panamá), Mazan Saeed Shareef (Paquistão), Kavinda H. P. Jayawardene GK (Sirilanka), Bhuvanesh Prasoppruek (Tailândia) e Tuong Nogc Minh (Vietnã). Cristian Moral Parra da Espanha foi escolhido o Mister Fotogenia, Arun Prasad Mahendan da Malásia o Top Model e Try Daraviith da Cambodia, o Melhor Sorriso.

Arun Prasad Mahendan da Malásia e Tuong Ngoch Ming do Vietnã (Fotos: Aung Zaw)

Mister Mundo de 2019

Mister Angola, Pascoal Jorge André (Foto: Alain Lababit)

Será próximo dia 23, em Manila, nas Filipinas, a eleição do Mister Mundo de 2019. O vencedor será coroado pelo Mister Mundo de 2017, o indiano Rohit Khandelwal. O concurso foi criado em 1996, por Eric Morley, com sua morte assumiu sua esposa Julia Morley, e é realizado bienalmente. O primeiro Mister Mundo foi o belga Thomas Nuyens.

Mister Argentina, Leonardo Diaz (Foto: Alain Lababit)

O Brasil venceu o concurso em 2003 com Gustavo Gianetti. Este ano devem participar 67 candidatos. O concurso está repaginado para pior. Os candidatos fazem mais testes de força do que de beleza. Os bofes até agora não usam sunga, e sim calções ultrapassados. Hoje postaremos três candidados: Pascoal Jorge André de Angola, Leonardo Diaz da Argentina e Fezile Mkhize da África do Sul.

Mister África do Sul, Fezile Mkhize (Foto: Alain Lababit)

  • 1 2 5