Na Casa do Brigadeiro

Terça-feira, o brigadeiro César Faria Guimarães e sua esposa Taciana Moury abriram as portas da sua residência de Boa Viagem para um jantar petit comité. Para quem não sabe esse endereço é um ponto histórico do Recife. Estamos falando da Casa do Brigadeiro, um palacete inaugurado no dia 11 de outubro de 1944, pelo brigadeiro Eduardo Gomes, patrono da Força Aérea Brasileira.

O brigadeiro Cesar Faria Guimarães e Taciana Moury (Foto: Fernando Machado)

César e Taciana são simpáticos e excelentes anfitriões. Participaram do encontro João Alberto com Sheila Wanderley, Elenilda Cunha e Maria Inês Pessoa. O cardápio by Diego Lopes constou como entrada salada de camarão ao molho de ostras; como prato principal steak au poivre com purê de maçã, acompanhado de arroz e como sobremesa pera ao vinho com molho de canela. Tudo era de se comer rezando para Nossa Senhora do Loreto.

Elenilda Cunha, Sheila Wanderley, Taciana Moury e Maria Inês Pessoa (Foto: Fernando Machado)

A primeira vez que frequentei a Casa do Brigadeiro, foi em 1989, quando o então comandante do II Comar era brigadeiro Claudio Azambuja e sua esposa Luiza movimentaram jantar em torno do brigadeiro e senhora Sérgio Luiz Millon. A mulher do brigadeiro Millan era Alda Coutinho de Moraes (1938/2005), Miss Brasil Mundo de 1961. O brigadeiro Azambuja e Luiza são inesquecíveis.

A jornalista Taciana Moury (Foto: Fernando Machado)

Em outubro de 2010, outra vez voltei desta feita porque o comandante do II Comar era o brigadeiro Hélio Paes de Barros Junior e sua esposa Simone abriram a Casa do Brigadeiro, para o vernissage de alguns artistas plásticos nordestinos promovido pela Galeria Carlos Ranulpho. O evento fazia parte da Semana da Asa. O brigadeiro Hélio e Simone foram notáveis anfitriões.