Fernando Machado

Blog

Tag revista

As Certinhas do Lalau

Stanislaw Ponte Preta um poeta do deboche (Foto: Internet)

Com a mesma ansiedade que aguardava o Carnaval, o resultado do jogo do bicho e a final de um clássico no Maracanã, o carioca tentava descobrir quais “boazudas” seriam convocadas  para o time das Certinhas do Lalau. As eleitas eram premiadas com fotos individuais de corpo inteiro na primeira edição de Janeiro da revista Fatos & Fotos. Debochando dos colunistas sociais que anualmente publicavam listas das Mulheres mais bem vestidas, as mais elegantes, certo dia o  irreverente Stanislaw Ponte Preta – pseudônimo do jornalista, cronista e teatrólogo Sérgio Porto (1923/1968), sentenciou: “vestir com classe é fácil, o difícil é tirar a roupa com idem”.

A pernambucana Carmen Verônica (Foto: Internet)

Aí, criou a lista das Dez Mulheres mais bem Despidas, popularizada como As Certinhas do Lalau“. Beth Faria, Norma Benguell, Aizita Nascimento, Neide Aparecida, Irma Alvarez, Dorinha Durval, Maria Claudia, Alcione Mazzeo, Marlene Silva, Angelita Martinez, Anilza Leoni,  Nédia Montel, Sônia Dutra, Carla Miranda, Rose Rondelli, Zélia Hoffman, as Irmãs Marinho, Pochy Grey, Carmem Verônica, Íris Bruzzi, Virgínia Lane entre outras, figuraram no rol das mais bem despidas. O título era tão valorizado como o passe de jogador de seleção brasileira.

Anilza Leoni e Rose Rondelli (Fotos: Internet)

Garantia de contratos publicitários e trabalho na televisão, cinema, teatro, comerciais, viagens e até “fisgar” um ricaço garantindo seu  “pezinho de meia” e a aposentadoria dos sonhos de qualquer trabalhador. O concurso de beleza criado pelo compositor do antológico Samba do Crioulo Doido tinha a particularidade de ser o único evento do gênero no país, ou no mundo, em que só um jurado dava as cartas.

Wilza  Carla e Zélia Martins (Foto: Internet)

No caso, o próprio Stanislaw, embora ele jurasse “não ser  especialista na matéria”. Até 1968, ano de sua morte aos 45 anos, pelo seu olhar clínico foram selecionadas mais de uma centenas de beldades de “arrasar quarteirões” por onde passavam. Causaram muita insônia nos marmanjos em intermináveis noites de degustação das páginas em preto-e-branco da revista Fatos & Fotos com um apetite tão voraz e o gostinho de Quanto mais Certinhas, melhor!. (Texto do jornalista Muciolo Ferreira)

Angelita Martinez (Foto: Internet)

Anotações do Cotidiano

A Revista Happiness, leia-se Manu Siqueira, vai comemorar 1 ano da publicação, amanhã, com uma inovação. Pela primeira vez, a história da empresa estará disponível em uma minirrevista digital que traz, no lugar da foto tradicional da capa, uma tela pintada em aquarela pela artista carioca Flávia González. A comemoração, que será pelas redes sociais, ainda conta com depoimentos afetivos de Rafa Mesquita, Manoela Melo e Clarissa Cunha, que possuem revistas personalizadas das suas histórias. A cake designer Bruna Hannouche assina o bolo.

Facilitar o acesso da sociedade à Justiça, evitando custos com deslocamento para o registro de queixas dos cidadãos e proporcionando celeridade jurisdicional. Com esse objetivo, o TJPE lançou o Juizado Digital. Ele é voltado aos cidadãos que não dispõem de advogados e que precisam ajuizar uma ação nos Juizados Cíveis ou Fazendários. Para registrar a queixa, acesse https://www.tjpe.jus.br/web/juizados-especiais/juizado-digital.

Um dia você está bem e, no dia seguinte, percebe manchas indolores e avermelhadas na pele (urticas), que causam uma coceira incessante, inchaço (angioedema), sendo que esse último pode causar dor e ardor que acabam atrapalhando até o seu sono. Além disso, cerca de 67%2 das pessoas com urticária crônica não conseguem conectar o surgimento das lesões (urticas) a nenhum agente externo, o que caracteriza a Urticária Crônica Espontânea. Ticiane Pinheiro é embaixadora da campanha nacional Tudo sobre UCE para conscientização da Urticária Crônica Espontânea.

Flashes

A juíza Ana Claudia Brandão Barros recebeu a Medalha da Ordem do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado.

O executivo Carlos Carneiro está muito triste, pois faleceu ontem, aos 93 anos, sua mãe, Dona Maria do Carmo Varela Carneiro.

A nova Revista Torcida, leia-se Beto Lago, tem a reportagem especial sobre os problemas de falência financeira que atingem vários atletas.

Sem esquecer, que na Revista Torcida, tem a coluna No Pé da Conversa, da fera do jornalismo Lenivaldo Aragão.

O artista plástico Paulo Azul com tempo integral na I Coral Mostra Cor, em Clima de Natal, que segue até o dia 6 de novembro.

O MEC deu solução para o fornecimento de acesso à internet aos alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica do Ensino Superior e da Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

Hoje, chega às plataformas digitais o filme O Fórum, dirigido por Marcus Vetter. Veja o trailer http://www.youtube.com/watch?v=zPMgiDIyGzs&feature=youtu.be.

Flashes

Tenho ouvido muitos elogios para a atuação da médica Valeria Cesar da Costa Brito, no Hospital da Unimed. Ela é muito competente e simpática.

Xuxa Meneghel lançará em setembro seu livro Memórias. Nele Xuxa fala da infância, da importância da mãe, Alda, da chegada de Sasha.

Ontem, amanheci triste. Caso fosse viva, a escritora Sonia Gonçalves de Lima estaria aniversariando. Era uma amiga-irmã.

Manu Siqueira, editora da Revista Happiness, apresentou uma capa inovadora em comemoração a edição especial para o Dia dos Pais.

A pianista Elyanna Caldas apresentou, sábado, no seu Face, uma live, interpretando Chopin. Uma maravilha.

Luciana Valença, oftalmologista do IOR alerta sobre o colesterol alto e os possíveis impactos na saúde ocular.