Fernando Machado

Blog

Tag principe

De Volta para o Passado

Principe Leopoldo da Bélgica (Foto: Internet)

Há 100 anos, o Príncipe Leopoldo (1901/1983) da Bélgica oferecia um almoço no navio que estava a bordo ao governador em exercício José Bezerra, ao prefeito interino Coronel Rosa Borges, ao vice-cônsul da Bélgica Carlos Médicis, aos cônsules do João Dubeux (México), Caetano Moscarelli (Uruguai), Barros Correa (Argentina), J. Philbert (França), Coronel Francisco Pinto (Associação Comercial), Manoel Porto (Great Western), jornalistas Anísio Galvão, G. Raposo e Mário Severo (Jornal do Commercio), Anibal Fernandes e Euclides Lima (Diário de Pernambuco), Maviael Prado (Jornal do Recife), José Barcelos (A Província) e Amadeu Medeiros (Jornal Pequeno). Com uma Kodak fez fotos do Recife. Foi a Dois Irmãos (trouxe três borboletas, flores e plantas silvestres). O príncipe fumava muito. A imprensa foi alertada pelos passageiros da segunda classe, pelo péssimo tratamento. Não os deixaram sair nos Portos de Lisboa e de Belém.

Há 100 anos, nascia nos Estados Unidos, o ator Walter Matthau, que morreu no dia 1 de julho de 2000.

Há 90 anos, nascia na Irlanda, o ator Richard Harris, que morreu no dia 25 de outubro de 2002.

Há 70 anos, acontecia o circuito de ciclismo Recife/São Lourenço. Na 1ª categoria venceu João Melo da Paraiba (CCR), 2º lugar ficou Zezinho (CCR), e no 3º lugar ficou José Bonifácio (avulso). Na 2ª categoria venceu Loncio Lopes (CCR), no 2º lugar ficou Waldemir Silva (CCR) e no 3º lugar José Joaquim (CCR).

Há 25 anos, morria no Rio de Janeiro, o colunista social Ibrahim Sued, que nasceu no dia 23 de junho de 1923.

De Volta para o Passado

Há 485 anos, morria na Inglaterra, o escritor Thomas More, que nasceu no dia 7 de fevereiro de 1478.

Há 120 anos, subiam ao palco do Teatro de Santa Isabel, os artistas Isolina Monclair, Marcelino Fonseca, Lyra e Alfredo Farias, com a peça Uma Noite em Claro.

Há 95 anos, morria em Pernambuco, o pintor Antônio Elias do Nascimento, quando pintava a Igreja do Carmo, caiu da escada. Nasceu no dia 29 de abril de 1867.

Há 85 anos, acontecia no Teatro de Santa Isabel, recital do tenor Reis e Silva e da soprano Carmen Gomes.

Há 80 anos, chegava ao Recife, a bordo do Bagé, o príncipe polonês Wladyslaw Radziwell, com a família.

Há 75 anos, nascia no Rio de Janeiro, a jornalista Márcia Mendes, que morreu no dia 6 de julho de 1979.

De volta para o passado

Há 455 anos, Estácio de Sá fundava a Cidade do Rio de Janeiro.

Há 210 anos, nascia na Polônia, o compositor Fréderic Chopin, que morreu no dia 17 de outubro de 1849.

Há 110 anos, nascia na Escócia, o ator David Niven, que morreu no dia 29 de julho de 1983.

Há 95 anos, nascia no Rio de Janeiro, o atleta Algodão (Zenny de Azevedo), que morreu no dia 10 de março de 2001.

George O’Brien sendo entrevistado por um repórter do Diário da Manhã

Há 80 anos, passavam, pelo Recife, vindos do Rio de Janeiro, com destino a Hollywood, o ator George O’Brien e sua esposa Margaret Churchill.

Há 65 anos passava pelo Recife, a bordo da KLM, o príncipe Ali Khan.

Há 60 anos, a Swissair começava fazer escala no Recife.

Há 45 anos, a meningite fazia 377 casos com 63 óbitos no Recife.

Há 40 anos, o governador Marco Maciel, fundava a EMTU.

Há cinco anos, morria em Pernambuco, o compositor Renê Barbosa, que nasceu no dia 8 de maio de 1932.

Há cinco anos, morria no Rio de Janeiro, o sanfoneiro João Severo, que nasceu no dia 15 de junho de 1950.

Flashes

A jornalista Flávia de Gusmão está em temporada de férias por São Francisco, na Califórnia. Estrela não perca seu coração por ai. Risos

Maria Sanchez-Carlo concorda com o blog. “Meu conterrâneo é o mais bonito. Viva Puerto Rico!!!”, concluiu a eterna cônsul.

O príncipe Charles, teve uma conversa ontem, com seus filhos os príncipes William e Harry. O tema foi crise na família real.

Os príncipes William e Harry (Foto: Instagram)

Entre os jovens que estão participando do Programa Ganhe o Mundo de 2020, nos Estados Unidos, está Alex Bispo, 16 anos, de Goiana.

O executivo Rubem Loyo Malta comemorou seu aniversário, em Londres, na Grã-Bretanha. Gente fina é outra coisa.

Há 25 anos, o capitão do Exercito, Danilo Hereda, colava grau em Relações Públicas. Por sinal, ele é um brilhante oficial do CMNE.