Fernando Machado

Blog

Tag prédio

De Volta para o Passado

Há 340 anos, morria em Pernambuco, o herói João Fernandes Vieira, que nasceu na Ilha da Madeira em 1610.

Há 105 anos, nascia no Rio de Janeiro, o carnavalesco Clóvis Bornay, que morreu no dia 9 de outubro de 2005.

Há 80 anos, acontecia a apresentação das alunas de Miss Gatis, no Teatro de Santa Isabel, com renda para a Cruz Vermelha.

Há 70 anos, era inaugurado o prédio dos Correios e Telégrafos, na Avenida Guararapes.

OdilonAzevedo e Dulcina Moraes (Foto: Divulgação)

Há 65 anos, era encenada pela primeira vez no Recife, no Teatro de Santa Isabel, a peça Figueira do Inferno, de Joracy Camargo, com Dulcina Moraes e Odilon Azevedo.

Há 60 anos, era anunciada a realização do I Baile Municipal do Recife, no dia 10 de fevereiro, no Clube Internacional. A ideia ao prefeito Miguel Arraes partiu do jornalista Alexandrino Rocha.

Há 50 anos, morria na França, a estilista Coco Chanel que nasceu no dia 19 de agosto de 1883.

Há 15 anos, morria em Pernambuco, o radialista Emanuel Rezende, que nasceu no dia 22 de setembro de 1936.

Há cinco anos, morria na Inglaterra, o cantor David Bowie, que nasceu no dia 8 de janeiro de 1947.

De volta para o passado

Há 130 anos, nascia em Pernambuco, o Padre Manuel Machado, que morreu no dia 10 de maio de 1932.

Há 100 anos, nascia em Pernambuco, o escritor Mário Souto Maior, que morreu no dia 25 de novembro de 2001.

Há 80 anos, era fundada a Federação Aquática Pernambucana.

Há 70 anos, o violinista ucraniano Isaac Stern se apresentava no Teatro de Santa Isabel.

Há 65 anos, devido a um incêndio no prédio da Sociedade de Moagens do Recife, onde funcionava o Recife Clube, leia-se Ernani Nunes Machado. No mesmo prédio, mas no 2º andar funcionava o Café Lafayette.

Há 26 anos, se casavam na Alemanha, Miss Brasil Mundo de 1959 Dione Oliveira e Wolfang Brach.

De volta para o passado

Há 115 anos, o comendador Alfredo Antônio Fernandes fundava, na Rua Nova, a loja  A Primavera.

Há 100 anos, nascia em Portugal, a fadista Amália Rodrigues, que morreu no dia 5 de outubro de 1999.

Carmen Silvia, Wilza Ranato e Sonia Ohana (Fotos: O Cruzeiro e Manchete)

Há 53 anos, Carmen Silvia Ramasco, de São Paulo, era eleita no Maracanazinho, Miss Brasil de 1967. Em 2º lugar ficou Wilza Oliveira Rainato (Paraná) e em 3º lugar Sônia Maria Ohana (Pará).

Há 50 anos, o governador Nilo Coelho inaugurava o prédio do Bandepe no Recife antigo.

Eliane entre Martha Vasconcellos e Ieda Vargas (Foto: O Cruzeiro)

Há 49 anos, Eliane Parreira Guimarães, de Minas Gerais, era eleita no Maracanãzinho, Miss Brasil de 1971. Em 2º lugar ficou Lucia Petterle (Guanabara), em 3º Marize Meyer Costa (Paraná), em 4º Marlene de Oliveira (Goiás) e em 5º Célia Maria Carvalho (São Paulo)

Há 30 anos, morria no Rio de Janeiro, o cineasta Jean Mazon, que nasceu no dia 2 de novembro de 1915.

Há 15 anos, morria em Pernambuco, a socialite Neusa Wanderley, que nasceu no dia 21 de janeiro de 1930.

Parabéns, TV Jornal!

Dr. F. Pessoa de Queiroz e Dona Lotinha (Fotos: Divulgação)

A apresentadora e atriz Floriza Rossi (Foto: Divulgação)

Hoje está fazendo 60 anos, que F. Pessoa de Queiroz inaugurava, com pompa e circunstancia a TV Jornal, na Rua do Lima. O prédio era belíssimo e muito confortável, além de equipamentos de última geração. Quem fez o primeiro depoimento foi Luiz Geraldo, era o ancora do programa Noite de Black Tie. O espetáculo que aconteceu no sábado foi com traje a rigor para convidados e no domingo para o publico.

Jorge Danel e Lolita Rodrigues (Fotos: Divulgação)

Luiz Geraldo, Marilene Silva e Fernando Castelão (Foto: Divulgação)

Os apresentadores foram J. Silvestre e Ruth Prado. Na grade tivemos show de Abelardo Figueiredo, com Luis Delfino, Liris Catelarri, Madalena de Paula, Carmen Verônica, Zélia Hoffman e Celia Coutinho. Também o balé da professora Flávia Barros, o show de Ivon Cury, Trio Iraquitan, Roberto Luna, Waldir Calmon e sua Orquestra, Luiz Vieira, Carminha Mascarenhas, Pagano Sobrinho, Paulo Molin, Dora Lopes, Lea Holanda.

Valeria Acyoman, Violeta Botelho e Alex (Fotos: Divulgação)

Brivaldo Franklin e Nair Silva (Foto: Divulgação)

Impossível esquecer, no Canal 2, entre outros, Valeria Acyoman, Floriza Rossi, Lolita Rodrigues, Barbosa Filho, Fernando Castelão, Oscar Felipe, Ribas Neto, Marilene Silva, Lida Maria, Nair Silva, Alberto Lopes, Rui Cabral, Guedes Peixoto, Clovis Pereira, Duda, Maestro Caruaru, Geová da Gaita, Doris Sandra, Dea Soares, Claudionor Germano, Nerize Paiva, Getulio Cavalcanti, Violeta Botelho e Alex, no Hora do Coquetel.

A atriz Cacilda Lanuza e a cantora Dea Soares (Fotos: Divulgação)

Odilon del Grande, Jorge Loreto e Lolita Rodrigues (Foto: Divulgação)