Fernando Machado

Blog

Tag posse

Lima Cavalcanti empossado governador de Pernambuco

O governador Carlos de Lima Cavalcanti (Reprodução do Diário da Manhã)

Há 85 anos, tomava posse, às 15h, na Assembleia Legislativa, como governador constituinte, Carlos de Lima Cavalcanti. Foi uma cerimônia de muita pompa e circunstância. De lá, o governador e comitiva rumaram até o Palácio do Campo das Princesas para uma recepção às autoridades. Depois Carlos de Lima Cavalcanti e fez um pronunciamento para a multidão que estava diante do Campo das Princesas.

Carlos de Lima Cavalcanti e seu secretariado (Reprodução do Diário da Manhã)

Na sequencia a Banda Policia Militar, sob a regência do maestro José Lourenço subiu ao coreto na Praça da Republica para executar os hinos do Brasil e de Pernambuco. No programa ainda a grande marcha de Billi, Pax; a abertura da ópera O Guarani de Carlos Gomes; alguns trechos da ópera Onde Canta a Cotovia de Franz Lehar; e encerrou com a Rapsódia Slava.

Um flash fotográfico do banquete no Santa Isabel (Reprodução do Diário da Manhã)

Terminada essa solenidade, o governador Carlos de Lima Cavalcanti ofereceu, às 21h, um banquete do Teatro de Santa Isabel. No cardápio creme de ervilhas, peixe com caldo de camarões, fiambre com creme de caramelos e peru à moda de Pernambuco. Tudo isso regado à champanha francesa. Encerrando o chefe do executivo pernambucano proferiu outro discurso.

De volta para o passado

Há 75 anos, nascia no Rio de Janeiro, a atriz Leila Diniz, que morreu no dia 16 de junho de 1972.

Há 70 anos, morria em Pernambuco, o historiador Mário Sette, que nasceu no dia 19 de abril de 1886.

Há 45 anos tomava posse como prefeito do Recife, Antônio Farias.

Há 35 anos, morria no Rio de Janeiro, a atriz Ema D’Ávila, que nasceu no dia 10 de abril de 1918.

Há 25 anos, morria em São Paulo, o jogador Baltazar Oswaldo da Silva, que nasceu no dia 14 de janeiro de 1926.

A cultura está honrada com Regina Duarte

Regina Duarte, estava muito elegante num deux-pièces,  antes de descer para o local da posse (Foto: Alan Santos/PR)

Um dos momentos mais descontraídos leve, autêntico, inspiradores, bem humorado e muito bom, foi à solenidade de posse da atriz Regina Duarte, quarta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, como secretária Especial de Cultura do governo do presidente Jair Bolsonaro. Foi um encontro dos mais concorridos e prestigiados. Entre as presenças destacamos as atrizes Maria Paula e Rosa Maria Murtinho. Em seu discurso de posse, a nova secretária especial afirmou que a cultura é um dos principais pilares do desenvolvimento social e econômico do País. “A riqueza cultural de um povo é dever do Estado, conforme prevê a Constituição Federal. E é isso que todos nós queremos”, pontuou.

O presidente Bolsonaro e a primeira dama Michelle, Regina sendo conduzida pelo vice-presidente Hamilton Mourão (Foto: Alan Santos/PR)

Regina Duarte disse ainda que vai buscar o diálogo com o setor cultural. “Meu propósito aqui é a pacificação e o dialogo permanente no setor cultural com os estados e municípios com o parlamento e com os órgãos de controle”, afirmou. Ela destacou também que a integração entre Cultura e Turismo oferece ao País a oportunidade de somar resultados nas duas atividades. “A iniciativa do governo Bolsonaro de integrar Cultura e Turismo, oferece ao País a oportunidade de somar o resultado das duas atividades”. E reforçou que a cultura é um ativo que gera emprego, renda, inclusão social, impostos, acessibilidade e educação. No final ela foi aplaudida de pé, como não poderia deixar de ser.

A alegria de Regina Duarte contagiou todos (Foto: Alan Santos)

O ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antônio afirmou que está confiante na parceria. O presidente Jair Bolsonaro destacou a confiança em Regina Duarte e afirmou que a atriz está à altura do desafio. “Depois de um ano de governo, nós achamos – eu tenho certeza – a pessoa certa que pode valorizar, por exemplo, a Lei Rouanet, tão mal utilizada no passado.” O Presidente Jair Bolsonaro finalizou: “Tenho certeza que nessa sinergia entre Cultura e Turismo vamos fazer história no Brasil”. Regina que é filha do militar cearense Jesus Nunes Duarte e da professora de piano, a gaúcha Dulce Blois nasceu em Franca, em São Paulo, no dia 5 de fevereiro de 1947. Apaixonados por cultura e pelas artes, os pais incentivaram a criatividade e o amor pelo campo artístico nos cinco filhos.

Maria Paula e Rosa Maria Murtinho foram muito festejadas (Foto: Alan Santos)

De Volta para o Passado

Há 115 anos, nascia de uma brincadeira de familiares dos senhores de engenhos, que saiam mascarados, mal vestidos, para visitar amigos nas festas de Entrudo, e comiam angu. Assim surgiram os Papangus em Bezerros.

Há 90 anos, nascia em Pernambuco, a senhora Lia da Rocha Carvalho que morreu no dia 18 de dezembro de 2006.

Há 75 anos, Etelvino Lins tomava posse como interventor de Pernambuco.

Há 45 anos, nascia no Rio de Janeiro, o ator e modelo Douglas Barcellos, que morreu no dia 24 de dezembro de 2008.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Há 40 anos, o Jornalista José Almir Borges retomava a coluna Sociedade dos Bairros, no Diário da Noite. Tinha começado no dia 13 de maio de 1946 e terminado em outubro de 1983.