Fernando Machado

Blog

Tag objetos

Living e Sala de Leitura de João e Luiz

Os arquitetos Luiz Dubeux e João Vasconcelos assinam Living e Sala de Leitura na CasaCor PE 2017, misturando o contemporâneo e clássico em um ambiente cheio de personalidade que ocupa 37 m² no casarão tombado na Avenida Rui Barbosa. A principal diretriz do projeto foi valorizar aspectos originais do espaço, como forro, adornos e esquadrias, e introduzir de forma harmônica elementos contemporâneos. Madeira ripada, presente em estantes e painéis, granito bruto, iluminação de led de última geração, automação e estruturas metálicas dão o tom de modernidade ao ambiente. A idéia é que a sala seja um ponto de encontro da família, para ler, ouvir música, relaxar e conviver.

João Vasconcelos e Luiz Dubeux, em tempo de Living e Sala de Leitura (Fotos: Michelle Sanzere/Rogério Maranhão)

Para dar aconchego e personalidade ao ambiente, a dupla empresta suas coleções pessoais, expõe uma seleção de objetos da nova geração de designers brasileiros e investe numa curadoria de obras de artistas como, José Patrício, Renato Bezerra de Melo e Célio Braga. Ainda com contraponto ao classicismo do casarão, a dupla aposta no mobiliário assinado por grandes nomes, Zanini de Zanine, Marcelo Ligieri, Jaime Bernardo e Ronald Sasson, representado com a poltrona Carybé, premiada na última feira de móveis de Milão. O verde, cor Pantone de 2017, aparece em estofados, nas paredes e alcança o ponto alto no jardim interno, locado no baywindow original do casarão.

Flashes

João Alberto à côté Sheila Wanderley segue amanhã até a Serra do Machado (SE). Vão participar de um evento da Fundação Pedro Mendonça.

A conselheira do TCE, Teresa Duere, seguiu ontem até a Patagônia chilena para curtir a natureza. Volta em fevereiro.

Muito lúcida a matéria que o jornalista Rogério Gentile publicou ontem na Folha de São Paulo, sobre o governador Eduardo Campos.

Em maio nasce Antonio, filho de Clarissa Goés e Bruno Fontes. Quem já está muito feliz é a avó materna Branca Goes.

Norma e Fernando Menezes mandaram email agradecendo a homenagem que prestamos ao filho Henrique. Gente fina é outra coisa.

Excelente a crônica da acadêmica Marly Mota, publicada no DP de terça-feira, sobre os 80 anos do livro Casa Grande & Senzala.

A Capela de Nossa Senhora das Graças, do Instituto Ricardo Brennand cujo projeto é Augusto Reynaldo, poderá inaugurada até março.

Melina Amorim, Cecília Pinto Coelho e Ana Maria Pimenta, da CasaTua Presentes, apostam em objetos de decoração tropical neste verão.

Noticias da Alemanha

O Museu Pergamon de Berlim está expondo a mostra Uruk: 5.000 anos da megalópole. As peças são formam a maior exposição mundial sobre a antiga cidade de Uruk. As ruínas da cidade estão localizadas no sul do Iraque. Há cem anos, os arqueólogos alemães iniciaram seus trabalhos em Uruk (atualmente Warka). Parte dsses objetos de Uruk encontram-se no Museu Pergamon, e em Heidelberg, onde está sediada a Coleção de Uruk-Warka do Instituto Arqueológico Alemão.

Depois que os ingleses sondaram o terreno no sul do Iraque em meados do século 19, os trabalhos foram iniciados, em 1912, pelos membros da Sociedade Oriental Alemã, fundada 15 anos antes. Eles necessitavam e obtiveram uma respectiva autorização do potentado osmanli e puderam levar consigo inúmeros objetos, como pagamento. Isto era o usual na época, ressaltam os promotores da exposição de Berlim.

Notícias da Bahia

O vice-prefeito de Salvador Edvaldo Brito recebeu quarta-feira em seu gabinete o novo comandante do 2° Distrito Naval, vice-almirante Antonio Fernando Monteiro Dias, acompanhado do seu antecessor, vice-almirante Carlos Autran de Oliveira Amaral, que está indo para a reserva. Ao despedi-se do vice-prefeito Carlos Autran ofereceu um livro sobre o Patrono da Marinha do Brasil, Marquês de Tamandaré.

ba
Edvaldo Brito, Antonio Fernando Monteiro Dias e Carlos Autran de Oliviera Amaral (Foto: Cortesia)

Foi aberta terça-feira a nova exposição do Palacete das Artes Rodin Bahia, em Salvador, O Imaginário do Rei: visões sobre o universo de Luiz Gonzaga. A mostra é uma homenagem coletiva que diversos artistas prestam ao “Rei do Baião”. Estão sendo apresentados ainda itens pertencentes a Luiz Gonzaga, a exemplo da roupa de couro de vaqueiro confeccionada pelo cearense Seu Expedito Seleiro e muitos objetos do mestre Lua.