Fernando Machado

Blog

Tag noites

A noite junina de Sheila e João Alberto

a-sheila-wanderley-joão-alberto-sobral

Sheila Wanderley e João Alberto felizes com a festa (Foto: Fernando Machado)

Foi ao som de Noites Traiçoeiras, com Padre Marcelo Rossi, que foi dado inicio, sábado à noite, a festa junina Sheila Wanderley e João Alberto Sobral, na Fazenda Nossa Senhora de Fátima, em Gravatá, que por sinal é muito bonita. Existe coisa mais sublime do que os convidados chegarem ao som de “Deus está aqui neste momento / Sua presença é real em meu viver / Entregue sua vida e seus problemas / Fale com Deus, Ele vai ajudar você / Deus te trouxe aqui / Para aliviar o teu sofrimento / É Ele o autor da Fé / Do princípio ao fim / Em todos os seus tormentos”.

a-adriana-sheila-wanderley-alberto-feitosa

Adriana Feitosa, Sheila Wanderley e Alberto Feitosa (Foto: Fernando Machado)

A decoração estava show de bola e o cardápio de a gente comer de joelhos para Santo Antônio, São João e São Pedro. E lá vem novamente aquele som celestial: “E ainda se vier noites traiçoeiras / Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo / O mundo pode até fazer você chorar / Mas Deus te quer sorrindo”. Nos jardins uma fogueira imensa dava o toque junino ao ambiente. Não tinha balões, claro mas o trio pé de serra de Valdir Lyra vez com que a gente sonhasse com ela.

a-ana-luiza-breno-vieira-clovis-wanderley-amanda-barcalla-amanda-salles-paulo-wanderley

Ana Luiza Wanderley e Breno Vieira, Clovis Wanderley e Amanda Barcalla, Amanda Salles e Paulo Wanderley (Foto: Fernando Machado)

E não é que ao olhar para céu eu juro que vi o balão igual ao que Luiz Gonzaga canta na sua música: “Olha pro céu, meu amor / Vê como ele está lindo / Olha praquele balão multicor / Como no céu vai sumindo / Olha pro céu, meu amor / Vê como ele está lindo / Olha praquele balão multicor / Como no céu vai sumindo / Foi numa noite igual a esta / Que tu me deste o coração / O céu estava assim em festa / Pois era noite de São João / Havia balões no ar / Xote, baião no salão / E no terreiro o teu olhar / Que incendiou meu coração”.

a-adelina-kano-eliane-lins-ana-luiza-wanderley

Adelina Kano, Eliane Lins e Ana Luiza Wanderley (Foto: Fernando Machado)

Tudo aconteceu nos jardins e nos terraços da casa de campo. Num terraço ficaram as mesas e as cadeiras e no outro as mesas das comidas que fazem as festas juninas de Pernambuco, as melhores do mundo. Uma imagem de uma mulher namoradeira suspirava não por bofes, mas pelas farofas de ovos e de feijão, mungunzá, canjica, pamonha, cachorro quente, pipoca, cuscuz com leite de coco e tapioca. Tudo feito por Sheila. Chique é comida caseira.

a-berenice-pereira-mara-do-carmo-sobral

Berenice Pereira e Maria do Carmo Sobral (Foto: Fernando Machado)

Me deu vontade de ir até o terraço que está debruçado para minha Gravatá e pensei em Luiz Gonzaga e de repente mais do que de repente o trio começou a cantar: “Lá no meu pé de serra / Deixei ficar meu coração / Ai, que saudades eu tenho / Eu vou voltar pro meu sertão. O xote é bom / De se dançar / A gente gruda na cabocla / Sem soltar. Um passo lá, / Um outro cá, / Enquanto o fole ta tocando, / Tá gemendo, tá chorando, / Tá fungando, reclamando / Sem parar.”

a-francisco-lucena-ana-carolina-ceça-jose-ubiracy-silva

Francisco e Ana Lucena, Ceça e José Ubiracy Silva (Foto: Fernando Machado)

Quem quisesse poderia degustar charque acebolada, macaxeira cozida, bode guisado, milho verde cozido ou assado na fogueira, ou então partir para os bolos de milho, pé-de-moleque, macaxeira e Souza Leão grifados pela Arcádia. E para quem gosta de churrasco (picanha argentina e de linguiça), tudo isso acompanhado de vinagrete (sem coentro e com), arroz. batata doce na fogueira. Foi ou não foi um verdadeiro festival gastronomico nordestino?

a-karla-alvaro-dantas

Karla e Álvaro Dantas (Foto: Fernando Machado)

E como era festa de São João “Eu pedi numa oração ao querido São João / Que me desse um matrimônio / São João disse que não! / Isto é lá com Santo Antônio! / Matrimônio! Matrimônio! / Isto é lá com Santo Antônio! / São João não me atendendo / A São Pedro fui correndo / Nos portões do paraíso / Disse o velho num sorriso / Minha gente, eu só chaveiro! / Nunca fui casamenteiro! / Matrimônio! Matrimônio! / Isso é lá com Santo Antônio“.

a-rita-machado-sheila-wanderley-glaucia-mariana-machado

Rita Machado, Sheila Wanderley, Glaucia e Mariana Machado (Foto: Fernando Machado)

Gente ia esquecendo os doces de coco verde, de goiaba e jaca, que era de fazer inveja a Apicius. Uma lua quarto crescente surgiu no céu para fechar com chave de ouro a noite. Sheila parece que é assim, com São João, pois não choveu. E como uma boa festa não poderia faltar Jackson do Pandeiro: “Convidei a cumadre Sebastiana / Pra dançar um xaxado lá na Paraíba / Ela veio com uma dança diferente / E pulava que só uma guariba / E gritava: / A-E-I-O-U-Ypsilone.

a-joão-machado-maria-artuzinho-dina-mario-gil-rodrigues

João e Maria Machado com o filho Arturzinho, Dina e Mario Gil Rodrigues (Foto: Fernando Machado)

Anotamos por Gláucia e Guilherme Machado com as filhas Rita e Mariana, Karla e Álvaro Dantas, Adriana e Alberto Feitosa, Berenice e Carlos Pereira Cadoca, Adelina e Sergio Kano, Ana Luiza e José Henrique Wanderley, Eliane e Elder Lins Teixeira, Dina e Mario Gil Rodrigues, Maria e João Machado, Mary e Boris Berenstein, Vitória e Fernando Rezende, além de Maria do Carmo Sobral, Ana Luiza Wanderley e Breno Vieira, Clovis e Paulo Wanderley, Amanda Salles e Amanda Barcalla.

a-sheila-wanderley-mary-boris-berenstein

Sheila Wanderley, Mary e Boris Berenstein (Foto: Fernando Machado)

Flashes

Raiolanda e Robert Perman curtiram o réveillon do Recife Palace. Com eles filhas, genros e netos.

A Class Casa, de Carla Guerra, de novembro e dezembro, traz uma matéria muito boa aquela de Mil e uma noites em Dubai.

Aldeir Paiva esperou o ano novo no apartamento do filho Mario e da nora Rita, na Beira Rio. Os netos Renato e Maria Luiza arrasaram.

fragata-figueiredo-mar-e-guerra-grilli

Leonardo Correa e com o capitão dos Portos  Claudio Grilli em tempo de boas vindas (Foto: Cortesia)

A Capitania dos Portos tem novo ajudante, é o Capitão de Fragata Leonardo Figueiredo Correa.

Já no Recife depois de férias pelos Estados Unidos, o vice-cônsul Brian Bedsworth.

O antiquário carioca, Paulo Miguel, nos envia o endereço de sua página: https://www.facebook.com/SoulCariocaAntiques.

Padre Cosmo, um bom pastor

a-altar

O altar antes de começar a cerimônia (Foto: Fernando Machado)

A Igreja de Nossa Senhora da Paz, em Afogados, estava tão lotada que muitos fiéis preferiam acompanhar a cerimônia pelo telão instalado na praça. A lua nova estava esplendorosa testemunhando aquela noite inesquecível. Estamos falando da posse de Padre Cosmo Francisco do Nascimento naquela paróquia. Marcada para 19h30 a solenidade atrasou um pouquinho afinal de contas mais de mil pessoas de aglomeravam na igreja e nos seus arredores.

a-igreja

A igreja tomada de fiéis (Foto: Fernando Machado)

Foi uma das posses mais concorridas que já presenciei, aliás não foi nenhuma novidade para mim, afinal de contas Padre Cosmo é uma pessoa muito querida. O segredo são simplicidade e humildade. Quando o Santo Papa Francisco disse durante a Jornada da Juventude que “Os bispos devem amar a pobreza. Eles não devem ter o ‘pensamento de príncipes’. Padre Cosmo tem essa qualidade. Coisa rara, na nossa Igreja.

a-dom-fernando-padre-cosmo

Dom Fernando Saburido e padre Cosmo Francisco do Nascimento (Foto: Fernando Machado)

Foi uma daquelas noites mágicas como só ela. A igreja estava simples, a decoração foi o espetáculo dos fiéis. Tinha pessoas de várias comunidades. Acho que a noite de segunda-feira não será esquecida nunca mais pelo Padre Cosmo. A missa concelebrada foi precedida por uma procissão de entrada formada de sacerdotes, coroinhas e ministros da Eucaristia. Apesar de não ser amigo do Padre Cosmo, acho que ele não sabe que eu existo, fui prestigiar porque ele é um bom pastor.

a-tinane-almeida-dom-fernando-ana-vieira-padre-cosmo-ricardo-de-castro

Tinane Almeida, Dom Fernando, Ana Vieira, padre Cosmo e Ricardo de Castro (Foto: Fernando Machado)

O ministério musical foi com o Coral da Igreja, regido pelo maestro Edisio Regis e com o Coral do Padre Silvio Milanez (1943/2013). A comentarista foi Rita de Cássia da Silva. A primeira leitura foi lida por Maria da Conceição Oliveira, o Salmo foi cantado por Maria da Glória Passos, a proclamação do Evangelho foi conduzida pelo diácono Mivacyr Meira Lima e a homilia por Dom Fernando Saburido.

a-padre-cosmo-altar

Padre Cosmo em tempo de meditação no altar (Foto: Fernando Machado)

Após a Santa Missa tivemos algumas falas, entre elas do Padre Fábio Paz Queiroz, que até aquele dia era o pároco da Igreja de Nossa Senhora da Paz, dom Fernando Saburido e o Padre Cosmo. Um dos gestos mais bonitos e sublimes da noite foi quando padre Cosmo pediu permissão a Dom Fernando para fazer dois agradecimentos especiais. O primeiro para sua mãe, dona Josefa, falecida recentemente, lembrando para Dom Fernando, que “minha mãe viveu os últimos três meses de vida na sua obra”, ele se referia à Santa Casa da Misericórdia.

a-maria-do-carmo-nascimento-padre-cosmo

Padre Cosmo com sua irmã, Maria de Lourdes do Nascimento (Foto: Fernando Machado)

E a segunda ao Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho. Como a assembleia não se manifestou ele pediu palmas, “Foi dom José quem me ordenou padre”. Não precisa dizer que os fiéis foram ao delírio. E tome palmas. Lindo, não!

a-dom-fernando

Dom Fernando Saburido (Foto: Fernando Machado)

  • 1 2