Fernando Machado

Blog

Tag Navio

Nos bastidores da Política

Cerca de 4,4 milhões de domicílios brasileiros sobreviveram, em julho, apenas com a renda do Auxílio Emergencial concedido pelo Governo Federal. A ajuda financeira também foi suficiente para superar em 16% a perda da massa salarial entre as pessoas que permaneceram ocupadas. Entre os domicílios mais pobres, os rendimentos atingiram 124% do que seriam com as rendas habituais, aponta estudo publicado quinta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

No Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba, o Navio-Patrulha Macau, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, realizou ações de inspeção naval e de conscientização sobre o novo coronavírus, na área marítima do Rio Grande do Norte. Já no âmbito do Comando Conjunto Norte, o Aviso Hidroceanográfico Fluvial Rio Xingu, navio subordinado ao Comando do 4º Distrito Naval, distribuiu material de orientação quanto à prevenção da Covid-19, na localidade de Almeirim, no Pará.

Uma videoconferência realizada quinta-feira reuniu representantes do setor esportivo do Brasil e do Peru. Entre os temas abordados estiveram o acordo de cooperação bilateral esportiva entre os países e as medidas adotadas para enfrentar a atual crise de saúde provocada pelo Covid-19. Além disso, o Brasil teve a oportunidade de apresentar as políticas públicas e ferramentas de inclusão social que vem adotando por meio do esporte.

Navio-Escola Almirante Saldanha

O Almirante Saldanha no nosso porto (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, chegava ao porto do Recife, o navio-escola Almirante Saldanha, da Marinha de Guerra do Brasil, sob o comando do capitão de mar-e-guerra Durval de Oliveira Teixeira, trazendo a bordo 320 oficiais e marinheiros, sendo 29 guardas-marinha e 27 tenentes. O navio-escola partiu para a Europa no dia 1 de junho de 1935, em viagem de estudos.

Os guardas-marinha no convés do navio-escola (Foto: Diário da Manhã)

No dia seguinte, às 17h, o governador Carlos Lima Cavalcanti movimentou, no Palácio do Campo das Princesas, um chá dançante para a tripulação do navio-escola. A animação ficou por conta da Jazz Band Academica e o Orfeão da Brigada. A senhorita Leda Balthar deu uma canja e cantou músicas do cancioneiro brasileiro.

A tripulação de tenentes do Almirante Saldanha (Foto: Diário da Manhã)

No segundo dia aconteceram as provas de natação na piscina do Cais de Santa Rita, entre os times do Almirante Saldanha e do Sport Clube do Recife. Cerca de três mil pessoas prestigiaram a competição. Nos 100 metros livre venceu Benevenuto Nunes do Saldanha; nos 800 metros livre venceu Isaac Moraes do Saldanha; nos 100 metros de costa venceu novamente Benevenuto e na última prova, 100 metros a la brasse venceu Antônio Luis dos Santos do Saldanha.

Carlos de Lima Cavalcanti e o comandante Durval Oliveira Teixeira na mesa principal da recepção no Palácio (Foto: Diário da Manhã)

Ainda tivemos uma partida de water-polo, quando os meninos do Almirante Saldanha venceram os do Sport. O Almirante Saldanha jogou com Raul, Lacê, Nunes, Leôncio, Tornaghi, Paquet e Nei. Já os rubronegros jogoram com Assumpção, Zeleu, Arsenio, Cyrpriano, P. Maranhão, Sabino e Borel.

As senhoritas da nossa sociedade ouvindo, no Campo das Princesas, o Orfeão da Brigada (Foto: Diário da Manhã

Fragata Libertad partiu

O Navio Escola Fragata A.R.A Libertad pertencente à Marinha da República Argentina, deixou o nosso porto ontem com destino ao  Porto do Rio de Janeiro, depois de uma viagem de instrução por várias cidades do Mundo. A primeira viagem de instrução da Fragata Libertad foi em 19 de junho de 1963, sob o comando do Capitão de Fragata Horácio Ferrari. O atual comandante é Capitão de Navio Juan Carlos Romay.

A Libertad entrando no Porto do Recife (Fotos: Consulado da Argentina)

Para quem nunca viu a chegada da Liberdad num porto não pode deixar assistir. É uma cerimônia linda, onde os marinheiros sobem nos mastros do navio dando um visual belíssimo. Dois passistas e uma orquestra de frevo fizeram a recepção aos argentinos. Trabalha representando as características e costumes de um país que, desde suas fundações, está ligado ao mar.

Os marinheiros fazendo evoluções e a orquestra de frevo e passistas no Porto do Recife (Fotos: Consulado da Argentina)

Toda vez que a bandeira argentina se desdobra no alto, honra os valores de uma sociedade que respeita sua soberania. Também conhecida como a Embaixadora dos Mares, em cada país aonde chega, se converte numa oportunidade de intercâmbio cultural que enriquece todo aquele que o vivencia. Este grande navio é símbolo das tradições navais nacionais e da idiossincrasia e o ser nacional argentinos.

De volta para o passado

Há 120 anos acontecia um incêndio no Mercado Coelho Cintra, no Derby e o seu dono Delmiro Gouveia era preso.

Há 120 anos, nascia em Pernambuco, o líder político Manoel Neto Carneiro Campelo, que morreu no dia 23 de maio de 1968.

Há 115 anos, nascia na Escócia, o ator Ray Milland, que morreu no dia 20 de março de 1986.

Há 105 anos, nascia no Rio de Janeiro, o radialista Luiz Jatobá, que morreu no dia 10 de dezembro de 1982.

Há 100 anos, morria o coronel Affonso Augusto de Britto Taborda, que nasceu no dia 2 de setembro de 1852.

Há 90 anos, era criada no Recife, a Federação Carnavalesca Pernambucana. O primeiro presidente foi o comerciante português Antonio Natividade.

Há 85 anos, chegava ao Recife o navio escola português Sagres, sob o comando do Eduardo Pereira.

Há 60 anos, nascia na Bahia, o jogador Washington Cesar Santos, que morreu no dia 25 de maio de 2014.

Há 15 anos, morria nos Estados Unidos, o chargista Will Eisner, que nasceu no dia 6 de março de 1917.