Fernando Machado

Blog

Tag literatura

Pausa Poética

“Depois, armaram seus flancos: trinta bandeiras azuis / plantadas no litoral. / Hoje, serena, flutua, metade roubada ao mar, metade a imaginação, / pois é do sonho dos homens que uma cidade se inventa.” Carlos Pena Filho (1929/1960)

Pausa Poética

“Tudo de amor que existe em mim foi dado / Tudo que fala em mim de amor foi dito / Do nada em mim o amor fez o infinito / Que por muito me tornou escravizado.” Paulo Mendes Campos (1922/1991)

Pausa Poética

“Por muito tempo, os amantes da literatura se reuniram na Livraria Mozart, de propriedade do Sr. Orlando Telles, situada na Praça da Independência, nº 41, academia sem estatutos, sem regras disciplinares, sem mensalidade, sem o chá das cinco, quando muito um simples café pequeno no bar vizinho.” Rostand Paraiso (1930/2019)

Pausa Poética

“É possível ser jovem sem ter dinheiro, mas não se pode ser velho sem ele”. Tennessee Williams (1911/1983)