Fernando Machado

Blog

Tag Ipanema

Anotações do Cotidiano

Professores da rede pública estadual de Pernambuco vão participar, na próxima segunda-feira, no Recife, de um workshop de lançamento do Programa Global de Aprendizagem e Observações em Benefício do  Meio  Ambiente. O programa, que tem treinado professores e inspirado o amor pela ciência em mais de 120 países, chega a Pernambuco com o apoio do Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife, da Secretaria Estadual de Educação e ABA Global School, local onde será realizado o evento.

Um look da coleção Julieta by Luisa Meirelles (Foto: Jean Ambrojo)

Na próxima segunda-feira, Luisa Meirelles desembarca com a sua marca homônima na Casa Ipanema, no Rio de Janeiro, para apresentar ao público carioca a nova coleção, batizada Julieta. Clicada em Picardia, no norte da França, a campanha remete ao lifestyle francês tão bem quanto o brasileiro. A nova coleção fala sobre liberdade e tem como destaques a jardineira, vestidos fluidos e top estampado com flor de camomila estruturado em veludo cotelê e jeans.

Fatos Diversos

Na próxima quarta-feira, será realizada a tradicional Coletiva de Artes Natalina no Espaço Brennand, em Boa Viagem. A reunião coordenada por Maria Helena e Nenen Brennand começa às 19h. A curadoria é do artista plástico Pedro Frederico de Almeida.

Os três homenageados, da Banda de Ipanema, no Carnaval de de 2019, são Nelson Gonçalves, Linda Batista e Bleacaute. Nomes estes que não precisam de apresentações, bem pelo menos, para os que gostam de boa musica. Adoro a Banda de Ipanema.

 

Faltou Carmen Miranda na Banda de Ipanema

Os jovens cariocas curtem e como a Banda de Ipanema (Foto: Fernando Machado)

Passar o Carnaval no Rio de Janeiro e não seguir a Banda de Ipanema é um pecado carnal. E o blog seguiu para a sua concentração na Praça General Osório, em Ipanema. A saída foi da Rua Gomes Carneiro, seguiu pela Avenida Vieira Souto, pela Rua Joana Angélica e pela Rua Visconde Pirajá até alcançar novamente a General Osório. O percurso durou quatro horas em meio a muita irreverência e animação. A Banda foi criada em 13 de fevereiro de 1965 por Albino Pinheiro e a turma do Pasquim. Atualmente cuida da Banda o seu irmão, Claudio Pinheiro.

O delírio desta criatura foi sem igual (Foto: Fernando Machado)

A Banda de Ipanema homenageou este ano Pixinguinha, Antonio Callado, Chacrinha, Dalva de Oliveira, David Nasser e João Saldanha. Devido a morte de Pixinguinha, no Carnaval de 1973, quando a Banda já estava na Rua, os organizadores decidiram incluir no seu repertório Carinhoso. Gostaria de citar alguns dos seus padrinhos Lúcio Rangel, João de Barro, João Nogueira, Grande Otelo, Martinho da Vila, Nelson do Cavaquinho, Cartola, Clementina de Jesus, Eneida de Moraes, e Bibi Ferreira.

A dama de preto e sua matilha de dálmatas (Foto: Fernando Machado)

A Banda de Ipanema saiu sábado e terça-feira, sempre às 17h30. E este ano teve 90 mil seguidores. A primeira música apresentada foi Maria Sapatão de João Roberto Kelly, ai começou incendiar o público, depois se seguiram As Pastorinhas, As Jardineiras, Ó Abre Alas, e claro, Cidade Maravilhosa, levando o publico à loucura. Também pude ouvir Nêga do Cabelo Duro de David Nasser e Rubens Soares, Cassino do Chacrinha, Aquele Abraço, de Gilberto Gil, entre outras.

Atentem para o carro dessa figura (Foto: Fernando Machado)

Estava certo de encontrar travestis montado de Carmen Miranda, para minha tristeza, não surgiu nenhuma. Mas pintaram no pedaço alguns travecos, todavia senti muita falta das rasgadas de leques de Isabelita dos Patins, Jane de Castro, Eloina, Rogeria, Silvete Montilla e Suzy Wong. Estava pensando em Carmem Miranda quando surgiu uma mona a bordo de um carro todo vestido de folhagens. Que batizei de deusa amazônica. Também tinha uma segurando quatro caras de fantasiados de dálmatas.

O carro abre alas da Bande Ipanema (Foto: Fernando Machado)