Fernando Machado

Blog

Tag hidrica

Anotações do Cotidiano

A diretora de Recursos Hídricos da Comissão de Utilidades Públicas de São Francisco, na Califórnia, Paula Kehoe, estará no Brasil até o próximo dia 30, visitando São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Na agenda reuniões com parceiros do setor hídrico brasileiro e para fazer apresentações sobre o gerenciamento de demanda de crise hídrica apresentando a experiência do estado da Califórnia.

Dentro das homenagens aos 80 anos da morte do poeta português Fernando Pessoa, o Gabinete Português de Leitura está lançando o Concurso Fernando Pessoa, para alunos do ensino médio do Estado. O vencedor terá seu trabalho publicado na revista Encontro, publicada pelo GPL. Além disso, tanto o autor quanto seu professor de literatura receberão um notebook cada, no aniversário do GPL, em setembro. Nos informa a diretora cultural Maria de Lourdes Hortas.

Nos bastidores da política

O governador Eduardo Campos recebeu, ontem, no Palácio do Campo das Princesas, a embaixadora das Filipinas no Brasil, Eva Betita. Na pauta, a conjuntura econômica brasileira e pernambucana, educação e atividades culturais e históricas. Quarta-feira, ela conheceu o Porto de Suape e se mostrou entusiasmada com o que viu.

filipinas
Eduardo Campos, Eva Bebita e o embaixador Isnard Penha Brasil (Foto: Roberto Pereira)

Ela não para. Ainda nem bem começou o novo mandato na Câmara Federal, a deputada Ana Lúcia Arraes, líder do PSB, levou ontem uma comissão de prefeitos para uma audiência com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, em Brasília. Na pauta, a carência de abastecimento de água nos municípios. Na reunião, Ana Lucia lembrou que Pernambuco tem a maior deficiência hídrica do nordeste.

fernando-ana-lucia
Fernando Bezerra Coelho e Ana Lúcia Arraes ontem em Brasilia (Foto: Cortesia)

O ex-prefeito e atualmente deputado João Paulo deve estar saltitante de alegria. As quatro palmeiras-imperiais da Praça do Derby, plantadas pelo paisagista Roberto Burle Marx, no século passado, morreram e foram cortadas pela prefeitura. E isso se deve a implantação do Corredor Leste-Oeste (2007-2008), na sua desastrosa administração à frente da prefeitura do Recife. As palmeiras ficaram presas nos abrigos da parada de ônibus e não resistiram. E qual a punição contra esse crime?