Fernando Machado

Blog

Tag ginásio

De Volta para o Passado

 

Há 110 anos, nascia no Paraná, o ponta esquerda Patesko (Rodolpho Barteszko), que morreu no dia 13 de março de 1988.

O Edifício Sulacap é o primeiro da esquerda (Foto: Divulgação)

Há 80 anos, era lançada a pedra fundamental do Edifício Sulacap, na Avenida 10 de Novembro, agora Guararapes. O projeto foi do arquiteto R. R. Prentice.

Há 80 anos, nascia em São Paulo, o zagueiro Jurandir de Freitas, que morreu no dia 6 de março de 1996.

Há 75 anos nascia em Pernambuco, o Mestre Salustiano (Manoel Salustiano Soares), que morreu no dia 31 de agosto de 2008.

Há 70 anos, nascia na Paraíba, o jornalista Amin Stepple, que morreu no dia 26 de dezembro de 2019.

Há 50 anos, o prefeito Geraldo Magalhães inaugurava o Ginasio de Esportes Geraldão, com capacidade para 15 mil pessoas. O projeto foi do arquiteto Icaro de Castro. O atleta Otávio Rosa Borges ergueu a Taça Jules Rimet.

Há 20 anos, morria na França, o maestro Franck Pourcel, que nasceu no dia 14 de agosto de 1913.

De Volta para o Passado

O Teatro do Parque pronto para sua inauguração (Foto: Divulgação)

Há 105 anos, chegava ao Recife, a Companhia de Operetas e revistas Portuguesas Luiz Galhardo, para a inauguração do Teatro do Parque.

Há 90 anos, nascia em São Paulo, o goleiro Cabeção (Luis Morais), que morreu no dia 6 de janeiro de 2020.

Há 65 anos, Tibi (Otávio Catanho) inaugurava, na Rua da Matriz, 101, o Ginásio Poder Muscular.

Há 50 anos, nascia nos Estados Unidos, o ator River Phoenix, que morreu no dia 1 de novembro de 1993.(Foto: Getty Images)

Ieda Vargas vence o Miss Brasil de 1963

Há 57 anos, a gaúcha, Ieda Maria Vargas era eleita no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, diante de um público estimado em 30 mil pessoas, Miss Brasil de 1963. A nova Miss Brasil foi coroada pela baiana Maria Olivia Rebouças Cavalcanti, Miss Brasil de 1962. Em tempo: Ieda Maria Vargas foi eleita Miss Universo 1963, em Miami. O blog vai escrever tudo sobre o concurso no blog do próximo dia 20 de julho.

Maria Olivia Rebouças coroando Ieda Vargas (Foto: O Cruzeiro)

Na foto oficial aparecem 21 das 25 candidatas (Foto: Face)

Primeiro as 25 misses desfilaram em trajes típicos, a uma inovação do concurso, que depois virou um dos momentos mais ridículos, pois as misses começaram a surgir com verdadeiras alegorias, fugindo do tema. O de Ieda Maria Vargas foi escolhido o mais bonito e tinha o nome de Exaltação aos Pampas era realmente deslumbrante, by o figurinista gaúcho Djalma Santos. Depois as candidatas desfilaram de traje de noite e finalmente de maiôs Catalina.

O Top 3: Tania, Ieda e Vera, além de Ieda Vargas no trono (Fotos: O Cruzeiro)

Ieda Vargas de maiô, traje típico e traje de baile (Fotos: O Cruzeiro e Manchete)

A comissão julgadora foi presidida pelo Ministro Mauro Sales, e contou ainda com a participação da Miss Brasil de 1957 Teresinha Morango Pittiliani, da Miss Brasil de 1959 Vera Ribeiro Esmeraldino, o escultor Leão Veloso, os jornalistas Accioly Neto, Jacinto de Thormes e Justino Martins, o secretário de Turismo Vitor Bouças, a senhora Edda Lutti e o arquiteto Sérgio Bernardes.

Ieda Maria Vargas de traje típico montada num cavalo (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso 25 candidatas: Maria Cristina Laport (Acre), Teresinha Binas (Alagoas), Thêmis Kohler da Cunha (Amapá), Fátima das Neves Silva (Amazonas), Jerusa Sampaio da Silva (Bahia), Denise Rocha de Almeida (Brasília), Vera Maria Barros Maia (Ceará), Sônia Martha Anders (Espírito Santo), Miriam Montenegro (Estado do Rio), Solange Brockers Tayer (Goiás), Vera Lúcia Ferreira Maia (Guanabara), Ester Ewerton Santos (Maranhão).

Misses Amazonas, Pará e Maranhão (Fotos: O Cruzeiro)

Misses Guanabara, Estado do Rio e Minas Gerais (Fotos: O Cruzeiro)

Ainda Terezinha Elizabeth Cruz Vadouski (Mato Grosso), Edma Saraiva (Minas Gerais), Nilda Rodrigues de Medeiros (Pará), Kalina Lígia Duarte Nogueira (Paraíba), Tânia Mara Franco de Souza (Paraná), Vera Lúcia Torres Bezerra (Pernambuco), Maria da Consolação Teixeira e Silva (Piauí), Ísis Figueira de Melo(Rio Grande do Norte), Iêda Maria Bruto Vargas (Rio Grande do Sul), Olga Mussi (Santa Catarina), Dirce Augustus (São Paulo) e Zélia Maria Mendonça Lopes (Sergipe).

Misses Mato Grosso, Acre e Amapá (Fotos: O Cruzeiro)

Misses Paraíba, Pernambuco e Alagoas (Fotos: O Cruzeiro)

O traje típico de Miss Paraná, Tânia Mara, foi de camponesa; o da Miss Guanabara, Vera Lucia Maia, se apresentou com as Calçadas de Copacabana, e a Miss Pernambuco, Vera Lucia Bezerra desfilou de passista de frevo. O apresentador Paulo Porto anunciou o Top 8: Amazonas, Distrito Federal, Guanabara, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.

Misses Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte (Fotos: O Cruzeiro)

Misses Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (Fotos: O Cruzeiro)

E o resultado final ficou assim: em 5º lugar Dirce Augustus de São Paulo, em 4º lugar Denise Rocha de Almeida de Brasília, em 3º lugar Vera Lucia Ferreira Maia da Guanabara, em 2º lugar Tânia Mara Franco de Souza do Paraná e a vencedora Ieda Maria Vargas do Rio Grande do Sul, que foi coroada por Maria Oliva Rebouças, Miss Brasil de 1962. Vera Maia foi Miss Simpatia,  Tânia Mara Miss Fotogenia e Ieda Vargas o Melhor Traje Típico.

Misses Sergipe, Bahia e Espírito Santo (Fotos: O Cruzeiro)

Misses São Paulo, Brasília e Goiás (Fotos: O Cruzeiro)

Informações importantes: Denise Rocha de Almeida, Miss Brasília, ameaçou de não desfilar quando soube que sua inimiga Vera Ribeiro estava no júri. Quando saiu o resultado que tinha faturado o quarto lugar, Denise chorou bastante. Para quem não sabe Denise disputou o Miss Distrito Federal em 1959 e perdeu para Vera RibeiroNilda Medeiros, Miss Pará, é irmã de Gilda Medeiros, Miss Pará de 1955.

Eveline Schoroeter vence o Miss Brasil de 1980

No dia 13 de junho de 1980, no Ginásio Garrastazu Medici, em Brasilia, aconteceu o ultimo Miss Brasil patrocinado pelos Diários Associados. A vencedora foi Eveline Didier Schoroeter, do Rio de Janeiro, que tinha 1m80 de altura, 90 cm de busto e de quadris e foi coroada pela Miss Brasil de 1979, Marta Jussara. O concurso teve como host, Paulo Max. Participaram do concurso 25 candidatas.

Paulo Max abrindo o concurso no palco do Ginásio (Foto: Manchete)

No Top 10 ficaram Loiane Rogéria Asiache (Brasília), Zélia Gonçalves Ribeiro (Goiás), Mônica Tanus Paixão (Minas Gerais), Shirley Tereza Damian (Mato Grosso), Sheila Maria Chady (Pará), Ana Lucia Caldas de Souza (Pernambuco), Eveline Didier Schoroeter (Rio de Janeiro), Adriana Zselinsky (Rio Grande do Sul), Fernanda Bóscolo de Camargo (São Paulo) e Márcia Menezes de Melo (Sergipe).

Evelyne Schoroeter em close, vestido e maiô (Foto: Divulgação/Manchete)

Resultado final ficou assim: Eveline Didier Schoroeter do Rio de Janeiro foi eleita Miss Brasil, no 2º lugar ficou Fernanda Bóscolo de Camargo de São Paulo, no 3º lugar ficou Loiane Rogeria Asiache de Brasília, em 4º lugar ficou Adriana Zselinsky do Rio Grande do Sul e em 5º lugar ficou Shirley Tereza Damian do Mato Grosso.

Paulo Max e o Top 8 (Foto: Manchete)

As 25 candidatas foram Wanize Magri da Silveira (Acre), Alda Torres Tenório (Alagoas), Regina Lúcia Sena de Almeida (Amapá), Maria Emilia da Frota Barreto (Amazonas), Ana Lucia Sena de Almeida (Bahia), Loiane Rogeria Asiache (Brasilia), Maria das Dores Neves Feitosa (Ceará), Shirley Aparecida Sickert (Espirito Santo), Zélia Gonçalves Ribeiro (Goiás), Rosicleuda Carvalho (Maranhão), Shirley Tereza Damian (Mato Grosso), Nelia Araujo Delgado (Mato Grosso do Sul), Mônica Tanus Paixão (Minas Gerais).

Eveline Schoroeter, Ana Lucia Caldas, Sheila Chady e Mônica Paixão (Foto: Manchete)

E ainda Sheila Maria Chady (Pará), Jahelina Maria Barbosa Aristóteles (Paraíba), Soraya de Souza Costa (Paraná), Ana Lucia Caldas de Souza (Pernambuco), Tatiana Vasconcelos Cavalcanti (Piauí), Eveline Didier Schoroeter (Rio de Janeiro), Neiva Maria Antunes Lopes (Rio Grande do Norte), Adriana Zselinsky (Rio Grande do Sul), Maria Nazaré Centeno Nogueira (Rondônia), Neuza Maria Mayer (Roraima), Tânia Regina Gall (Santa Catarina), Fernanda Bóscolo de Camargo (São Paulo) e Márcia Menezes de Melo (Sergipe).

  • 1 2 7