A Festa Nacional da Alemanha

b-kassem-fneiche-antje-lindecke-manoka-dietmar-anton-block

Kassem Fneichi, Antje Lindecke, Monika e Dietmar Anton Block (Foto: Fernando Machado)

Uma lua quarto minguante testemunhou, ontem, no Forte de Cinco Pontas, ou Forte de São Tiago das Cinco Pontas, uma bonita festa para comemorar a Data Nacional da Alemanha. O local remete ao melhor estilo de edificação holandesa do século XVII, construído pelo engenheiro holandês Tobias Commersteijn e com a direção de obras de Peter Van Buerer.

b-jurgen-schlug-dorothea

Jürgen Schlug e Dorothea (Foto: Fernando Machado)

Sua construção foi providenciada para garantir o suprimento d’água das cacimbas de Ambrósio Machado, no extremo sul da ilha de Antônio Vaz, único lugar onde havia água potável no Recifes, assim como para impedir que barcos inimigos penetrassem pelas áreas baixas do Rio Capibaribe. Foi a primeira recepção tendo à frente o cônsul geral Dietmar Anton Block e a consulesa Monika, no Recife, há dois meses.

b-usha-pitts-paul-nicklin

Ucha Pitts e Paul Nicklin (Foto: Fernando Machado)

Primeiro tivemos a execução dos hinos do Brasil, da Alemanha e da Comunidade Européia (4ª Sinfonia de Beethoven). Na sequencia o mestre de cerimônias foi José do Carmo Marinho, que convidou para compor o destaque os cônsules gerais Dietmar Block e Usha Pitts, Pedro Soares (ECT), Felipe Chaves (Governo do Estado), Betânia Araújo (Museu da Cidade do Recife), Severino Pessoa (Fundarpe) e o embaixador Isnard Penha Brasil.

b-ana-maria-isnard-penha-brasil

Ana Maria e Isnard Penha Brasil (Foto: Fernando Machado)

Tivemos as falas de Pedro Soares, que comandou o lançamento do selo comemorativo Serie Relações Diplomáticas Brasil Alemanha, o consul Dietmar Anton Block (em alemão e português) que lembrou as últimas eleições do seu país, apresentou os diplomatas alemães acreditados no Recife e demonstrou seu amor ao Recife. Finalmente Sergio Poggi falou dos projetos do Governo Alemão no Nordeste.

b-manaei-patrice-bonnal

Manae à côté Patrice Bonnal (Foto: Fernando Machado)

O coquetel foi grifado pelo bistrot La Comédie, leias-e os chefes Claudio Manoel e Flávia Mindelo. No cardápio sushi de tapioca (enroladinho de tapioca com queijo com gergelim e molho de mel de engenho), camarão natural servido com molho de pimentão doce, espetinho capresi, bruschetta de parma e mostarda Dijon, damasco recheado com bursin e manjericão, linguicinha Studio Theatré (flambada na cachaça e servida com farofa de banana.

b-dietmar-anton-block-michael-kutzner-pedro-soares

Dietmar Anton Block, Jürgen Schlug e Pedro Soares (Foto: Fernando Machado)

Ainda tinhamos medalhão de lagosta na manteiga de alcaparras, mini-quichi de alho poró e mini-quiche de roquefort com castanha, tartalete de pato com zester de laranja cravo, mini gratinado de bacalhau com batata doce e mini risoto de pernil de porco com abacaxi. Tudo isso regado a uísque Johnny Black, vinhos tinto JP e branco Alandre, ambos portugueses, espumante Bodega Tamari (argentino), além de sucos e cerveja. Tudo era de se comer rezando.

b-paulo-pugliese-fred-alencar-cecilia

Paulo Pugliesi, Frederico e Cecilia Alencar, ela née Baptista da Silva (Foto: Fernando Machado)

b-angelo-bicciré-dietmar-block-martin-mahn

Angelo Bicciré, Dietmar Block e Martin Mahn (Foto: Fernando Machado)