Fernando Machado

Blog

Tag editora

Morre a Diva Lourdes Catão

O high society brasileiro está de luto. Faleceu ontem aos 93 anos, a locomotiva, como chamava o cronista social Ibrahim Sued, Lourdes Catão. Sua beleza e sua elegância farão muita falta. A Diva era presença cativa em todas listas das 10 mais elegantes.

A Diva Lourdes Catão mexeu com a sociedade carioca (Fotos: O Cruzeiro)

Pra quem não sabe Lourdes Prazeres Catão foi editora da bíblia da sociedade do Rio de Janeiro, Sociedade Brasileira, antes a responsabilidade era da irmã Helena Gondim (1929/2018). Com ela se foram muitas histórias e estórias da vida mundana.

Fatos Diversos

Sônia Fernandes que é médica neurologista, terapeuta de família e casal e psicodramatista, por conta dessa crise do Covid 19, está dando suporte psicológico e médico pelo computador e celular aos seus clientes, que precisem.

O Portal da Imprensa lembra a Editora Globo decidiu que a Marie Clare, GQ e Glamour passam a ter a edição impressa bimestral.  Apenas as revistas Época, Monet, Casa Vogue e Vogue seguem com periodicidade normal, por enquanto.

Fatos Diversos

Entre os dias 17 e 20 de março, no centro de convenções de Pernambuco, a Amupe, leia-se o presidente José Patriota, vai realizar a XIII Cúpula Hemisférica de Prefeitos e Governos Locais (Cumbre 2020). Evento que reunirá autoridades locais, e  internacionais.

Editora Planeta lança único livro escrito integralmente em Auschwitz em ocasião dos 75 anos de libertação do campo de extermínio, ou seja 27 de janeiro. O livro foi escrito pelo médico judeu Eddy de Wind e traz um testemunho arrepiante das atrocidades cometidas no lugar

E assim se passaram 50 anos

Quando o Jornal Nacional foi ao ar no dia 1º de Janeiro de 1969, a Diva da Imprensa de Pernambuco, Jô Mazzarolo brincava de boneca na sua terra natal, Alegrete, no Rio Grande do Sul. Domingo quando ele comemorou 50 anos, estava na festa que aconteceu no Macuge, restaurante localizado no Jóquei, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, como profissional de primeira Linha. Naquela noite de segunda-feira, entrava no ar a primeira edição do Jornal Nacional, tendo como âncoras Hilton Gomes (1924/1999) e Cid Moreira.

Herbert Fiuza, Márcio Bonfim sendo muito cumprimentado pela atuação no JN e Jô Mazzarolo (Foto: Instagram)

Domingo, Hilton não estava, mas, Cid Moreira representou a bancada daquele jornalismo e foi festejado por Jô Mazzarolo. Ela também pode cumprimentar Alice Maria, Sérgio ChapelinWilliam Bonner pelo cinquentário do Jornal Nacional. Na ocasião foi lançado o livro JN – 50 anos de telefornalismo pela Editora Globo. Nas 457 páginas, puderam ler os depoimentos de fundadores da Globo, de diretores e de jornalistas que fazem o Jornal Nacional.

  • 1 2 7