Fernando Machado

Blog

Tag direito

Fatos Diversos

O oftalmo Álvaro Dantas lembra escrevendo história na Oftalmologia Brasileira, no Curso de Habilitação para o primeiro implante pernambucano da ICL (lente fácica de câmara posterior) em 1999, que fez em uma prima com dez graus de miopia, caso considerado intratável até aquela data.

A Pitágoras Belo Jardim apresenta, hoje, às 19h, o Tema: Escrever Direito: Coerência, Coesão e Correção na escrita formal. O facilitador é Mickael Alves Ferreira. pelo Facebook da Pitágoras Belo Jardim e também no canal do YouTube .

Réquiem para Sônia Gonçalves de Lima

Dona Honorina entre os filhos Glaucius e Sônia (Foto: Acervo da familia)

O Recife amanheceu, hoje, cinzento, uma chuvinha timidamente caiu e eu não entendi, o porquê. Depois que sol surgiu veio a notícia dada pelo sobrinho neto Ugo. “Fernando sua grande amiga faleceu hoje (ontem), às 6h”. Fiquei sem ação. Ela foi uma das mais íntimas amigas que consegui fazer no tempo do curso de jornalismo na Unicap. Estou me referindo à Sônia Gonçalves de Lima.

Sonia coma irmã  Clarissa e o amigo Wellington Moraes, no Bal Masqué de 1963 (Foto: Acervo da Família)

Era formada em Direito pela UFPE, estudou Jornalismo na UNICAP e era uma poetisa de mão cheia. “Deus/ Dai-me / Três dedos de prosa / E um minuto de paz”, escreveu ela no livro de poemas Cheiros. Do livro (Re) Nascer, eu pincei este trecho: “Sem sentir fui retirada /Da concha onde me escondia / E pude então (re) descobrir / O (velho) novo mundo ao meu redor”.

Sonia diante do retrato do seu, Oswaldo Gonçalves de Lima (Foto: Divugação)

Sônia era filha do cientista Oswaldo Gonçalves de Lima e a primeira arquiteta de Pernambuco Honorina Lima. Era uma pessoa maravilhosa, uma amiga de todos os momentos. Nos momentos mais difíceis da minha vida ela esteve ao meu lado. Recordo das noites de sextas-feiras que a gente ia para o Pátio de São Pedro, quando terminava as aulas. E agora Sônia, que será de mim?

Thereza Magalhães, Sonia, Leonardo Dantas Silva e Tereza Halliday (Foto: Acervo da Família)

Nos anos 80 escreveu esse poema: “Procura-se a ternura / E a afetividade do mundo / Se aceita ternura usada / E em estado primitivo / A afetividade latente / E a superficialidade / De preferência o conjunto / Afeto-ternura / Procura-se incessantemente, / Alucinadamente, dia e noite / Humildemente, se aceita doações / Em gestos e palavras”. Encerro com verso do seu livro Temas. “Os mortos falam / Não como os vivos / Os vivos ouvem / Não como os mortos”.

Sônia na foto oficial de conclusão de Direito na UFPE (Foto: Acervo da Família)

Fatos Diversos

Hoje, às 20h30, uma live no @vambertomaia, aconteçe encontro sob o titulo O Direto e a Medicina pela Reprodução. Estarão no encontro o médico Vamberto Maia Filho, doutor pela UNIFESP, em ginecologia endócrina e reprodução humana; e juíza Ana Claudia Brandão, doutora pela UFPE, Queen Mary Universety of London, e pós-doutora pela Universidade de Salamanca.

A diretora executiva da Aliança Francesa Recife, Amina Mazouza, criou uma turma melhor idade, neste período de isolamento social. A turma sênior, com pessoas acima dos 50 anos, vem aproveitando os novos encontros de idioma, no ambiente virtual. A interação envolve também música, bate-papo e debates, sempre usando o computador ou smartphone.

Anotações do Cotidiano

O Seminário Reforma Tributária que aconteceu na Faculdade de Direito do Recife resultou num sucesso. Entre os participantes estavam Giovani Campos, Márcio Lima, Francisco Queiroz e Eric Castro e Silva. Quem foi ao seminário levou 1 kg de alimento não perecível, que foi arrecadado para a CasaRosa, instituição que acolhe mulheres vindas do interior e estão em tratamento de câncer de mama.

O Festival de Arte CoFestival ntemporânea Sesc / Videobrasil passa a adotar a partir de agora o nome Bienal, integrando-se ao calendário internacional de Bienais e fortalecendo o seu posicionamento no cenário global de artes visuais. A 21ª Bienal de Arte Contemporânea Sesc – Videobrasil / Comunidades Imaginadas será realizada de 9 de outubro de 2019 a 2 de fevereiro de 2020, no Sesc 24 de Maio, em São Paulo, reunindo mais de 60 obras, com 55 artistas de 28 países.