Fernando Machado

Blog

Tag desembargador

De volta para o passado

Há 120 anos, nascia em Pernambuco, o medico Valdemar de Oliveira, que morreu no dia 18 de abril de 1977.

Há 100 anos, nascia no Rio de Janeiro, a nadadora Piedade Coutinho, que morreu no dia 14 de outubro de 1997.

Há 30 anos, morria no Rio de Janeiro, o humorista Zé Trindade, que nasceu no dia 18 de março de 1915.

Há cinco anos, morria em Pernambuco, o desembargador Mário Melo, que nasceu no dia 7 de março de 1933.

Na Sala da Justiça

O Tribunal de Justiça de Pernambuco leia-se o presidente desembargador Fernando Cerqueira, analisa recurso interposto pelo Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco que solicita o fornecimento de equipamentos de proteção aos profissionais de saúde para o trabalho, em época de disseminação do coronavírus (Covid -19). Em decisão, proferida ontem, o relator do agravo interno, desembargador Jones Figueiredo, determina ao Estado, para no prazo de 48 horas, informar ao Judiciário que medidas estão sendo adotadas quanto ao provimento de itens de proteção individual nas unidades de saúde.

Desembargador Jones Figueiredo (Foto: Fernando Machado)

O recurso foi interposto pelo Sindicato em relação à decisão do desembargador Fábio Eugênio Lima, que proferiu liminar para proibir a greve anunciada da categoria no plantão judiciário do último sábado passado. Após as informações concedidas pelo Estado, o desembargador Jones Figueirêdo irá julgar ação interposta pelo Governo de Pernambuco para proibir a greve da categoria dos enfermeiros. O desembargador Jones Figueirêdo destaca, em sua decisão, a legitimidade das reivindicações dos enfermeiros, que solicitam o fornecimento de equipamentos de proteção aos profissionais de saúde para o trabalho, em época de disseminação do coronavírus (Covid -19).

Parabéns

Hoje, 28, Dia de São Gontrão e São Sisto III, do Diagramador e do Revisor, aniversariam o médico Carlos Nascimento, a artista plástica Peggy Corte Real, a senhora Beatriz Machado, o executivo Elenio Tolomei Junior,

A desembargadora federal Margarida Cantarelli (Foto: Fernando Machado)

A executiva Cecília Gomes (Foto: Fernando Machado)

Galo da Madrugada no passo do Cordel

Rômulo e Ana Neri Meneses com o neto Marcelo (Foto: Sheila Wanderley)

Praça Sérgio Loreto, no bairro de São José, surgiu depois de vários aterramentos. Seu traçado original com características do paisagismo inglês – linhas curvas, imitando as linhas da natureza, delineando o lago e os passeios sinuosos, sombreados por grandes árvores e imponentes palmeiras imperiais – foi definido em 1924, e sua instalação realizada pelo prefeito Antonio de Góes, em 1926, em homenagem ao governador.

O presidente do TJPE, desembargador Fernando Cerqueira e Zulene Norberto (Foto: Sheila Wanderley)

Antes, era conhecida como Praça do Muniz, Campina do Bodé e Praça Siqueira Campos. A Praça era considerada o mais belo jardim do Recife: possuía coreto em que bandas de música faziam retretas. Existia a Ilha dos Amores e a calçada do jardim, apelidado de quem-me-quer, de onde os rapazes dirigiam galanteios às moças que ali surgissem. Quem sabe a turma alegre também não batia o ponto por lá.

Sheila Wanderley com um dos arranjos mais bonitos do camarote e João Alberto (Foto: Instagram)

Sérgio Loreto é contornada pela Rua Imperial e pela Avenida Sul. No seu logradouro, foi inaugurado em 1975, um monumento em concreto armado polido em homenagem aos heróis da Restauração Pernambucana, by o escultor Abelardo da Hora. Com o tempo a praça foi esquecida pelo governo municipal e a população em geral não mais a visitava. Após muitas reclamações, o governo municipal realizou algumas intervenções necessárias para revitalizá-la.

O desembargador Fausto Campos e Amanda (Foto: Sheila Wanderley)

A partir de 2009 o Clube de Máscaras Galo da Madrugada, que possui um galpão nos seus arredores decidiu adota-la. Neste local foi fincado o Camarote do Galo da Madrugada, com 1.200 m². O tema deste ano foi O Galo Gigante – No Passo do Cordel. O cordelista J. Borges estava lá. O camarote foi decorado por Romildo Alves. Cerca de dois mil e 200 convidados assistiram a passagem do Galo.

Lelé Carvalho e Andre Valença à Van Gogh (Foto: Sheila Wanderley)

O bufê maravilhoso foi grifado pelo La Cuisine de Sophia Lins. Quem chegou cedo teve direito a um café da manhã com sanduíches, cachorros quentes e vários tipos de bolos. Depois das 11h foram servidas massas, salada italiana com penne, ravióli de queijos nobres. Não esquecer os hambúrgueres da Dom Black que fizeram muito sucesso.

Antônio Lavareda e Caçyone Gomes (Foto: Sheila Wanderley)