Fernando Machado

Blog

Tag dermatologia

Anotações do Cotidiano

Outra dica da Diva da dermatologia Sarita Martins: “Um dos sintomas da Covid 19 é perder o olfato (cheiro) e o paladar. Mas, é apenas um sintoma inespecífico. Não vá descompensar achando que você se contaminou só porque amanheceu sem sentir cheiro de nada. Lembre-se que, quem é alérgico isso pode ocorrer. O mesmo com outras viroses. Quem nunca quando gripa fica sem sentir gosto nem cheiro de nada?

Desde segunda-feira, o teste sorológico para detecção da presença de anticorpos produzidos pelo organismo após exposição ao coronavírus passou a estar na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde. A decisão foi tomada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. O procedimento passa a ser de cobertura obrigatória para os planos de saúde nas segmentações ambulatorial, hospitalar (com ou sem obstetrícia) e referência, nos casos em que o paciente apresente Síndrome Gripal ou Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Anotações do Cotidiano

A pandemia do coronavírus não registrou impactos, de forma geral, no setor portuário, sobretudo na navegação por cabotagem. Levantamento realizado pelo Ministério da Infraestrutura, com base em dados estatísticos da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, revela que a cabotagem registrou alta de 11,3% na movimentação entre janeiro e abril de 2020, em relação ao mesmo quadrimestre do ano passado. No total, o setor transportou 60,8 milhões de toneladas no período.

A dica da diva da dermatologia Sarita Martins de hoje: “Numa época de pandemia as pessoas ficam neuróticas com a limpeza. Deixar os sapatos na porta da casa sempre é bom. Agora passar sabão, lavar com água sanitária é um exagero. As chances de você levar o vírus da COVID 19 na sola do sapato é o mesmo que um raio cair na sua cabeça duas vezes no mesmo dia. Uma infecção que é disseminada por meio de gotículas não se espalha assim”.

Anotações do Cotidiano

A diva da dermatologia pernambucana Sarita Martins tem outra dica: “Hoje irei falar sobre as unhas. Assim como as mãos, as unhas sofrem muito com o excesso de água, sabões, detergentes, água sanitária e álcool. Além do excesso de umidade predispor ao aparecimento de fungos, elas também se tornam mais frágeis e quebradiças. Tente deixá-las bem aparadas e não retire as cutículas nesse período já que servem de proteção. O uso de uma luva é fundamental para atenuar o dano. Uma dica: à noite, passe algum emoliente. Quando essa quarentena passar, se as unhas apresentarem alguma alteração ou não voltarem ao normal, vale a pena uma consulta a um dermatologista. Ele é o especialista habilitado a diagnosticar e tratar as doenças nas suas unhas”.

Eleito em 2019 o melhor programa de educação para o Music Business do Brasil, pelo Prêmio Profissionais da Música, o programa Música & Negócios: Empreendedorismo e Inovação ganha sua primeira versão digital. Por meio de parceria firmada com a União Brasileira de Compositores, as matrículas para o curso tem 70% de desconto. Além da condição especial, 20% do valor das novas inscrições será direcionado ao fundo JuntoPelMúsica, uma iniciativa da UBC com Spotify, que está distribuindo recursos para artistas em situação de vulnerabilidade social, impactados pela crise do Covid-19. As inscrições no http://pay.hotmart.com/F34357336K?off=2jvivvgg , utilizando o código de desconto UBCMUSICA.

Fatos Diversos

A diva da dermatologia Sarita Martins lembra que “um sabão ou sabonete comuns são suficientes para destruir o vírus da Covid 19. Tem pessoas que estão comprando sabonetes antibacterianos (que são bem mais caros) achando que estão fazendo um ótimo negócio”. E alerta “Lembre-se que o Covid 19 é um vírus e não uma bactéria”.

O jornalista Carlos Eduardo Amaral está com um novo livro pronto, que deve ser lançado até o início do próximo ano: “Biografias imaginárias de compositores de frevo”. É um romance curto (uma novela, a rigor) que tenta responder à seguinte indagação: terá o frevo se internacionalizado daqui a trinta anos, em 2050?