Fernando Machado

Blog

Tag crime

Flashes

A pianista Elyana Varejão lembra que esta semana as lives no seu Face acontecerão hoje, quinta-feira e sexta-feira, sempre às 15h.

Os artistas, músicos e técnicos continuam apelando ao prefeito Geraldo Julio e ao Governador Paulo Câmara o pagamento dos seus trabalhos no Carnaval.

O advogado Gustavo Ungaro pede demissão da Controladoria-Geral do Município de São Paulo, órgão que fiscaliza funcionários da prefeitura.

O jornalismo brasileiro está uma vergonha. Aconteceu em São Paulo uma manifestação popular sem precedentes. A mídia não disse nada.

A PMPE está destruindo os microrganismos e os ecossistemas botando motos nas areias das nossas praias. Isso é crime ambiental.

De volta para o passado

Há 95 anos, nascia em Pernambuco, o executivo Hilton Cunha, que morreu no dia 6 de fevereiro de 1998.

Há 75 anos, a executiva Lola Maddack Pinho Oliveira, inaugurava na Rua da Aurora, o restaurante Silver Star.

Há 55 anos, acontecia um crime que mexeu com o Recife. O bancário José Bonifácio Xavier, o Boni, de 20 anos, era assassinado no Edf. California, por Nelson, com 25 peixeiradas. O soldado do 14 RI, Jammerson José Fraga (Fiusa) estava envolvido no assassinado.

Há 30 anos, morria em Portugal, o cantor Francisco José, que nasceu no dia 16 de agosto de 1924.

Há 25 anos, morria em Pernambuco, Walter Rachid Elias, que nasceu no dia 28 de fevereiro de 1985.

Há 20 aos, morria em Pernambuco, o delegado Djair Lopes Diniz, que nasceu no dia 11 de novembro de 1944.

Há 15 anos, morria em Pernambuco, a jornalista Alba Lucia Bradley.

Há 15 anos, morria em Pernambuco, o dentista Edson da Silva Neto, que nasceu no dia 28 de abril de 1928.

Há 15 anos, morria em Minas Gerais, o jogador Bigode (João Ferreira), que nasceu no dia 4 de abril de 1922.

Grande Hotel, Glamour & Crime

Uma vista do grande hotel na época (Foto: Diário da Manhã)

Há 80 anos, era inaugurado o Grande Hotel. A festa, a rigor, abalou a sociedade pernambucana, que começou às 22h terminou às 5 da manhã teve 4 orquestras, cronners George André e Roberts, Bando Academico, no Grill Room cantaram Francisco Alves e Uyara de Goyaz. Um encontro de muito glamour.

O Salão Azul ficou repleto de personalidades e do high Society (Foto: Diário da Manhã)

O hotel tinha como arrendatário Alberto Bianchi. Funcionou como cassino até 1946 e a partir de 1955 passou a ser administrado pelo Grupo Monte Hoteis. Em 1968 o governo passa para a Empetur e 1992, o governador Joaquim Francisco o desativou. Um crime contra a nossa história e também à nossa memória.

Uyara de Goiás e Francisco Alves arrasaram no palco (Fotos: Diário da Manhã)

Flashes

Dilma Rousseff está com saudades da roubalheira e já pensa em usar artifícios para reverter o impeachment. Tchau, querida.

Mais um crime contra a nossa história. Agora é a Câmara Municipal do Recife querendo adquirir o Hotel Central. Que lastima!

O diretor-geral da Contti, Jadir Rocha, está em Washington, para um encontro de negócios com empresários norte-americanos.

Até o próximo dia 29, a capital pernambucana será toda coreografia e movimento, por conta do Festival de Dança do Recife.

Hoje, na Sinagoga Kahal Zur Israel, temos o vernissage Arte Em Metal – Fogo, Cinzel e Martelo do artista plástico Jorge Guendler.

A oftalmologista Bruna Ventura, do HOPE, está participando do Congresso Europeu de Catarata e Cirurgia Refrativa, em Portugal.

  • 1 2 4