Notícias de Sergipe

A Controladoria-Geral da União participou, terça-feira, da Operação Serôdio. O trabalho é realizado em parceria com a Polícia Federal. O objetivo é apurar irregularidades na contratação, pela Secretaria de Saúde de Aracaju, de empresa para montagem da estrutura necessária ao funcionamento do Hospital de Campanha da capital.

O montante envolvido é da ordem de R$ 3.258.000,00. As investigações preliminares apontam que a contratação, efetuada por meio de dispensa de licitação, possuía cláusulas restritivas à competitividade e não permitia o parcelamento do objeto, o que elevou seu custo.