Fernando Machado

Blog

Tag campeão

Há 60 anos o Brasil era Campeão do Mundo

Hoje faz 60 anos, que o Brasil ao vencer a Suécia por 5×2, no Estádio Rásunda, em Estocolmo, era campeã mundial de futebol pela primeira vez. Era uma seleção de dar gosto aos brasileiros. A Copa começou em 8 de junho e terminou em 29 de junho de 1958. Com a participação de 16 seleções, na sua maioria européia: Suécia, Alemanha Ocidental, Áustria, França, Republica Tcheca, Hungria, União Soviética, Iugoslávia, Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales. Pela América Latina estavam o Brasil, a Argentina, o México e o Paraguai.

A delegação brasileira que foi até Suécia (Foto: O Cruzeiro)

Castilho, Dida e Didi (Foto: O Cruzeiro)

Dino Sandi, Djalma Santos e Garrincha (Foto: O Cruzeiro)

No primeiro jogo, o Brasil venceu a Áustria por 3 x 0. Os gols foram de Mazolla (2) e Nilton Santos. No segundo o Brasil empatou com a Inglaterra em 0 x 0 e no último o Brasil venceu a União Soviética por 2 x 0. Os dois gols foram do pernambucano Vavá. Começa as Quartas de Finais. No dia 19 de junho Brasil venceu o País de Gales por 1 x 0. O único gol foi de Pelé. Chega a semifinal e o Brasil vence a França por 5 x 2. Os gols foram de Vavá, Didi e Pelé (3). Finalmente aconteceu a final e o Brasil vence a Suécia, novamente por 5 x 2. Os gols foram de Vavá (2), Pelé e Zagalo.

Gilmar, Joel e Mauro (Foto: O Cruzeiro)

Mazzola, Moacyr e De Sordi (Foto: O Cruzeiro)

Nilton Santos, Oreco e Orlando (Foto: O Cruzeiro)

Terminada a Copa do Mundo de 1958, Pelé marcou 6 gols, Vavá 5, Mazzola 2, Didi, Nilton Santos e Zagallo 1. Daquela seleção estão vivos apenas seis craques: Dino Sani, Zagallo, Pelé, Moacir, Mazzola e Pepe. O nosso capitão foi um só para toda a competição. O bonito, educado e elegante Bellini. Seu pai era descendente de italiano e caminhoneiro, que não queria o filho fosse jogador de forma alguma. E Bellini excursionou como barbeiro, para enganá-lo. Foi dele o gesto imitado pelos demais capitães: Levantar a Jules Rimet.

Pelé, Pepe e Vavá (Foto: O Cruzeiro)

Zagalo, Zito e Zózimo (Foto: O Cruzeiro)

Bellini ergendo a Jules Rimet em Estocolmo e Bellini o eterno galã (Fotos: Manchete/Marcelo Carvalho)

Nossa seleção era composta por Castilho (1927/1987), Capitão Bellini (1930/2014), Gilmar (1930/2013), Djalma Santos (1929/2013), Dino Sani (1932), Didi (1929/2001), Zagallo (1931), Oreco (1936/1985), Zózimo (1932/1977), Pelé (1940), Garrincha (1933/1983), Nilton Santos (1925/2013), Moacir (1930), De Sordi (1931/2013), Orlando (1935/2010), Mauro (1932/2002), Joel (1931/2003), Mazzola (1938), Zito (1932/2015), Vavá (1934/2002), Dida (1934/2002), Pepe (1935) e o técnico: Vicente Feola (1909/1975).

Flashes

O cônsul geral da Argentina, Alejandro Manuel Funes Lastra, por motivos superiores, cancelou a recepção que deveria acontecer hoje, à noite, no Sheraton Reserva do Paiva.

Morreu, terça-feira, o jogador Dario Souza, que marcou época em Pernambuco, pelo America e Sport. Os jornais não deram nada.

Fernando Anitelli se apresenta, hoje, às 20h30, no Teatro Boa Vista com o show O Teatro Mágico – Voz e Violão.

O multi artista Fernando Anitelli hoje no Boa Vista (Foto: Divulgação)

Seguindo amanhã até o Rio de Janeiro, o coordenador do Miss Pernambuco, Miguel Braga. Vai assistir ao concurso de Miss Brasil.

Joseli Lacerda agradece sua foto no blog, pelo aniversário de Lourdes Barreto e elogia o texto. Gente fina é outra coisa.

O campeão Pedro Gomes, sobrinho de Maria Elisa Schuler, vai participar da Olimpíada Internacional de Matemática, na Romenia.

Santa Cruz junta mais esta vitória

Como o Santa Cruz não está numa fase muito boa. Vamos recordar que há cinco anos, o Santa Cruz ao vencer o Sport por 2×0, na Ilha do Retiro era campeão pernambucano de futebol de 2013. Na verdade o Santinha era tricampeão. Os gols foram de Flávio Caça Rato e Sandro Manoel.

Tiago Cardoso, Raul, Anderson Pedra, Renatinho, Everton Sena e Flávio Caça Rato (Foto: Divulgação)

Williams Alves, Luciano Sorriso, Renan Fonseca, Denis Marques e Tiago Costa (Foto: Divulgação)

O Tricolor do Arruda jogou com Tiago Cardoso; Everton Sena (Nininho), Williams Alves, Renan Fonseca e Tiago Costa; Anderson Pedra, Luciano Sorriso, Raul, Renatinho (Tozo), Flávio Caça Rato e Denis Marques (Sandro Manoel). O técnico era Marcelo Martelotte.

De volta para o passado

Há 85 anos, aterrissava no Campo do Jiquiá, procedente da Alemanha, o Dirigível Zeppelin. (Foto: Diário da Manhã)

Há 75 anos, nascia na Espanha, o jornalista Daniel Más, que morreu no dia 4 de fevereiro de 1989.

O time do Esporte Clube Bahia vencedor do torneio (Foto: Divulgação)

Há 70 anos, o Bahia ao vencer o Santa Cruz, 1×0. Gol de Zé Hugo, foi o campeão dos campeões do Nordeste. O Bahia jogou com Leça, Armaldo e Zequillo; Pedrinho, Ivon e Evilásio; Viana, Fabrini (Arquimedes), Zé Hugo, Velau (Fernando) e Isaltino. O Santinha com Rubem, Salvador e Pedrinho; Laerte Pereira e Rubinho; Guaberinha, Amaury, Eloi, Araújo (Fernandinho) e Siduca (Sandro).

Há 55 anos, a TV Tupi do Rio de Janeiro, Canal 4, iniciava a transmissão a cores.

Há 35 anos, o Santa Cruz era pentacampeão masculino de vôlei, ao vencer na quadra do Agnes, o Sport por 3×0. Técnico era Murilo Amazonas: O Santinha jogou com Helio Oliveira, Ambirê Pinto, José de Brito, Alexandre Cunha e Edag de Souza. Também o Náutico era campeão de vôlei, no feminino, ao vencer o Sport por 3×0, na quadra do Agnes. O técnico era Celso Assumpção; e alvirrubro jogou com Silvana Alves, Eliane Oliveira, Rosa Marques, Silvana Chada, Simone Nader e Carmen Lúcia.

Há 30 anos, morria em Pernambuco, a executiva Rosa Amélia da Silva Rego, que nasceu no dia 18 de fevereiro de 1915.

Há 20 anos, morria nos Estados Unidos, a atriz Alice Fayer, que nasceu no dia 5 de maio de 1915.

Há 15 anos, morria em Pernambuco, o artista plástico Rubens Sacramento, que nasceu no dia 5 de agosto de 1920.

Há 15 anos, o prefeito depredador, extinguia a Legião Assistencial do Recife, fundada pelo prefeito Augusto Lucena, em 23 de agosto de 1972.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, o repentista Zé Vicente da Paraíba, que nasceu no dia 7 de agosto de 1922.

Há 10 anos, morria no Rio de Janeiro, o jornalista Arthur da Tavola, que nasceu no dia 3 de janeiro de 1936.

Há cinco anos, morria em Pernambuco, o comandante Geraldo de Mendonça Motta, que nasceu no dia 23 de novembro de 1945.