Fernando Machado

Blog

Tag bloco

De Volta para o Passado

Há 110 anos, o prefeito do Recife Archimedes de Oliveira, lançava o I Congresso Carnavalesco de Pernambuco, encaminhando à câmara o projeto. Prêmios para os melhores que se exibirem durante o Carnaval.

Há 105 anos, nascia em São Paulo, o atleta Tim (Elba de Pádua Lima), que morreu no dia 7 de julho de 1984.

Há 85 anos, nascia na Paraíba, a psicóloga e poetisa Esther Sterenberg, que morreu no dia 20 de dezembro de 2016.

Há 56 anos, se casavam na Igreja das Graças, Carmem Valença Ferreira e Marcello Araujo Costa.

Há 45 anos, o secretário Sérgio Higino proibia o mela-mela no carnaval.

Há 45 anos, saia pela primeira vez da Livro 7, o bloco Nóis Sofre mas Nóis Goza, comandado por Tarcisio Pereira (1948/2021).

Carnaval e Musica Inesquecíveis IV

A presidente do Bloco da Saudade, Isabel Bezerra, confessa que “nos 44 anos que estou no Bloco todos os carnavais foram maravilhosos. E a minha música preferida é Saudade de Aldemar Paiva. Saudade é isso que a gente sente. Saudade é  falta que faz a gente. Alguém  que partiu. Alguém que morreu. Alguém  que o coração não esqueceu. Podem tocar os clarins as notas do prazer da exaltação. Podem passar arlequim pierrôs e colombinas no salão. Podem dançar e cantar não levam não, a saudade do meu coração.

Isabel Bezerra é presidente do Bloco da Saudade (Foto: Fernando Machado)

O imortal José Nivaldo Junior confessa “Para mim, não existe carnaval esquecível. Todos os que brinquei, e foram muitos, deixaram lembranças marcantes e registros para sempre. São inesquecíveis o Boi de Nanico, as catarinas, os cabaçais, os “morto carregando o vivo”, dos sábados de Zé Pereira em Surubim. Os corsos com mela-mela, no Recife. O bloco Itapecirica Assanhada. Os desfiles da turma do Tesão. O primeiro desfile de fantasias do Nóis Sofre mas Nóis Goza. Os desfiles do Galo e do Nóis Sofre. As brincadeiras com uma burra, junto com Adão, no Recife Antigo. O Boi das Moças, com Eurico Queiroz.  As centenas de encontros com amigos. As ladeiras de Olinda”.

José Nivaldo Junior e Tarcisio Pereira (Foto: Face)

– Os papangus em Bezerros. Os maracatus de Nazaré da Mata. As La Ursas de São Caetano. O “Amantes de Gloria” o Amantinhos de Glória, com os netos, já ano passado. Tudo se compacta na memória, formando um único, eterno e inesquecível carnaval”. Da mesma forma não consigo indicar uma música. As de Capiba são maravilhosas, também as de Nelson. De Michilis. De Getúlio Cavalcanti. Os hinos de Elefantes, Pitombeiras, do Homem da Meia Noite. Do Galo da Madrugada. Se essa rua fosse minha… Impossível escolher uma. Mas se fosse forçado a escolher, diria duas: “Os lisos no frevo”, do meu pai. E O galope do Carnaval da Saudade do meu filho Danilo, feita para o triste carnaval desse ano”.

Fatos Diversos

O professor e engenheiro Fernando Menezes Campello de Souza vai proferir palestra sobre Analise Matemática de Cenários em Evolução, hoje às 15h. Vamos ter a participação especial de Lamartine Holanda Junior e o psicólogo Bruno Campello. Depois Fernando Campello receberá a Medalha da Ordem Consular, no Grau de Comendador. Não será presencial.

Izabel Bezerra, presidente do Bloco da Saudade nos informa que vai realizar uma LIVE denominada Baile Virtual do Bloco da Saudade no dia 5 de fevereiro, às 20h. É preciso de pelo menos 1000 inscrições. Assim, ela solicita aos amantes do Frevo de Bloco e ao nosso público que não deixem de se inscrever e vistam suas fantasias para nos assistirem. Segue o link para inscrição: HTTPS://youtube.com/channel/UCxJEpghjD0iEnfdlzl3FfvA.

Nos bastidores da Política

A professora Anamélia Lorenzetti Bocca, do Departamento de Biologia Celular do Instituto de Ciências Biológicas da UnB, propõe uma nova estratégia de tratamento da doença, a fim contribuir para a recuperação de pacientes mais vulneráveis. A proposta utiliza imunobiológicos (uma classe de medicamentos), por meio da geração de anticorpos monoclonais e de moléculas moduladoras de citocinas pró-inflamatórias. O projeto foi aprovado no Programa Estratégico Emergencial de Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e Pandemias da CAPES.

A CAPES divulgou os seis finalistas do Prêmio CAPES/Natura Campus de Excelência em Pesquisa. Por conta da pandemia Covid-19, a cerimônia de premiação será realizada posteriormente. Os finalistas do Tema Ciências moleculares e bioinformática com aplicações em tecnologias cosméticas: Bianca Marigliani, Daiana Wischral e Vinicius de Medeiros Alves; e do tema Amazônia: a ciência de dados contribuindo para conservação socioambiental e uso sustentável dos recursos naturais: Anderson Pedro Batista, Catherine Torres de Almeida e Leonardo Pequeno Reis.

Os ministérios de Ciência e Tecnologia dos países componentes dos BRICS (Bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) lançaram uma chamada para apoiar projetos de pesquisa de cooperação internacional para enfrentamento da Covid-19. A chamada brasileira, integrante da convocatória global, foi publicada quinta-feira pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.