Fernando Machado

Blog

Tag baile

Réquiem à Cléa Borges

É com tristeza que blog informa que a ex-primeira dama do Recife e de Pernambuco Cléa Azoubel Borges faleceu ontem. Não conseguiu vencer a Covid 19, mas sua família e seus amigos também não vão conseguir esquecê-la. Clea era filha de Esther e Armando Borges e foi casada o ex-prefeito do Recife e ex-governador de Pernambuco Gustavo Krause e deixou três filhas Daniela, Priscila e Manuela. A comadre Cléa, como seus amigos mais íntimos, a chamava coordenou três Bailes Municipais.

Diva Pacheco e Cléa Krause no I Baile Municipal (Foto: Divulgação)

Como primeira dama de Pernambuco gostava de reunir a imprensa no Palácio do Campo das Princesas para debater sobre cinema e teatro. Como presidente da Cruzada de Ação Social movimentou nos jardins do Campo das Princesas um grandioso desfile de modas grifado pelo figurinista Paulo Carvalho. A decoração foi de Maria Odete Souto e a iluminação de José Pimentel. Os penteados foram do famoso coiffeur carioca Silvinho. O desfile foi apresentado por Alex e João Alberto.

Clea, Luiza Leão e Vlademir Meireles no II Baile Municipal (Foto: Divulgação)

A advogada Luisa Leão confessa: “Comadre Cléa será sempre lembrada por mim como uma amiga muito querida, cúmplice, solidária em todas as horas, fiel, corajosa… vou me lembrar de nunca esquecê-la. Pra mim foi uma grande perda. A última vez que ela me respondeu no ZAP foi com um beijo e um coração”. Visivelmente emocionado para o figurinista Paulo Carvalho, Cléa foi uma primeira dama que nunca esqueceu as artes. Sempre prestigiou os artistas, a mim particularmente, me realizou um grande sonho profissional: O lançamento da minha coleção, em 1980, com 60 looks.

De Volta para o Passado

Há 120 anos, nascia em Pernambuco, o executivo Fernando de Lima Cavalcanti, que morreu no dia 10 de maio de 1992.

Há 80 anos, nascia em Pernambuco, o figurinista Ricardo de Castro, que morreu no dia 13 de dezembro de 2020.

Há 65 anos, acontecia em Belo Horizonte, o I Campeonato Feminino de Voleibol Juvenil. A seleção de Pernambuco foi formada por Fanny Mandel, Flávia da Veiga Pessoa e Machbena Vieira (Sport), Gerluce e Gecilda Amorim, Ruther Fonseca Lins, Armênia Cintra Ávila e Carmen Scanonni (Estudantes Futebol Clube).

Há 60 anos, era inaugurada a Lojas Dias Junior, no Arranha Céu da Pracinha, de Nelson Dias.

Há 60 anos, morria em São Paulo, a ex primeira dama do Recife Celia Arraes de Alencar, née Souza Leão, que nasceu no dia 19 de maio de 1924.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, a cantora Almira Castilho, que nasceu no dia 24 de agosto de 1924.

Marilia e João da Costa (Foto: Fernando Machado)

Há 10 anos, acontecia no Chevrolet Hall, o Baile Municipal do Recife, coordenado pela primeira dama Marília Bezerra.

De Volta para o Passado

Há 180 aos, nascia na França, o artista plástico Pierre Auguste Renoir, que morreu no dia 3 de dezembro de 1919.

Há 125 anos, nascia no Rio de Janeiro, o artista plástico Alberto Veiga Guinard, que morreu no dia 25 de junho de 1962.

Há 105 anos, era lançado o frevo Vassourinhas de Matias da Rocha e Joana Batista.

Rodopiano Botelho um dos coordenadores do Baile (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, Terça-feira de Carnaval, Baile da Despedida, no Dragões de Momos, leia-se Rodopiano Botelho. Traje passeio ou fantasia.

Há 75 anos, morria em Pernambuco, o executivo João Frederico Lundgren, que nasceu no dia 20 de junho de 1879.

Há 70 anos, acontecia no Teatro de Santa Isabel, concerto da Orquestra Sinfônica do Recife, sob a regência do maestro Vicente Fittipaldi. A solista foi a violinista Nair Roitman.

Há 60 anos, a condessa Maurina Pereira Carneiro inaugurava a sucursal do Jornal do Brasil no Recife.

Há 55 anos, morria no Rio de Janeiro, o arquiteto Giacomo Palumbo, que nasceu no dia 2 de setembro de 1891.

Há 20 anos, morria em São Paulo, a socialite Dulce Pessoa de Queiroz, que nasceu no dia 1 de abril de 1921.

Há cinco anos, morria em Pernambuco, o executivo Luiz Moraes de Oliveira, dono do Buraco da Gia, em Goiana, que nasceu em 1924.

Baile Municipal de 1981

Almir da Paixão com Viva o Recife (Foto: MCR)

Ontem, fez 40 anos que acontecia no Clube Português, Baile Municipal do Recife. A decoração foi de Ary Nóbrega. Os apresentadores foram Carmen Peixoto e Aldemar Paiva. A coordenação foi da primeira dama Clea Krause. Vieram para a prévia Carlos Castelo Branco, Clodovil, Luiz Jasmim, Adalgisa Colombo Teruskin (Miss Brasil de 1958), Lucia e José Rodolfo Câmara.

Diva Pacheco com Tocador de Pífanos (Foto: MCR)

Jorge Danel com Brasões de uma Cidade Barroca (Foto: MCR)

No desfile de fantasias em luxo Masculino venceu Jesus Henrique com Se Eu Fosse Nabucodonosor e no luxo Feminino venceu Isabela Dantas com Rainha do Nilo. Na categoria Pernambucana venceu Diva Pacheco com Tocador de Pífanos de Victor Moreira e no 2º lugar ficou Carlos Carvalho com As Margens do São Francisco.

Múcio Catão com O Apóstolo da Paz (Foto: MCR)

Luiz Heraldo de Oliveira com Amuleto de Exu (Foto: MCR)

Em Originalidade venceu Jorge Danel com Brasões de uma cidade Barroca, no 2º lugar ficou Augusto de Oliveira com Maracatu, Orgulho de uma raça e no 3º lugar ficou Luiz Heraldo de Oliveira com Amuleto de Exu. Na Categoria especial desfilaram Almir da Paixão com Viva o Recife, Mucio Catão com Apóstolo da Paz e Consuelo com Coluna do Meio.

A primeira dama Clea Krause by Paulo Carvalho, Luisa Leão by Paulo Carvalho e Vlademir Meireles (Foto: Divulgação)