Fernando Machado

Blog

Tag autografos

Porta Livros

A livraria Travessa do Leblon, no Rio de Janeiro, terça-feira, lotou de amigos que foram pegar um autografo do seu primeiro livro de crônicas da jornalista Míriam Leitão, Refúgio no Sábado. Na obra ela faz um passeio pela sua infância, pelas viagens que realizou e outros momento mais. As crônicas foram escritas ao longo de quatro anos.

Miriam entre o filho Matheus Leitão Netto e a atriz Rosamaria Murtinho (Foto: Cristina Granato)

Miriam Leitão e colega Merval Pereira (Foto: Cristina Granato)

Sylvia Martins, artista plástica, fotografa e atriz, residindo em Nova York há 40 anos, vai lançar no próximo dia 21, às 19h, na livraria Argumento do Leblon, um livro que leva o seu nome. Quem já o leu adorou pois tem muita coisa da sua vida profissional e pessoal, além de fotografias e poemas. Sylvia confessa que “Não é um livro para ler. É para ver!”

Erasmo Almeida: Um Passeio no Tempo

Erasmo Almeida e Betty (Foto: Fernando Machado)

Carlos Frederico e Maria Martha entre os filhos Erasmo e Carlos Frederico (Foto: Fernando Machado)

O engenheiro civil Erasmo Almeida lançou quinta-feira o seu livro Um Passeio no Tempo, onde ele escreve fatos de sua vida profissional e também da sua vida familiar. Como o próprio nome da obra diz Erasmo passeia pela juventude, pelos esportes e pela engenharia. Pertenceu ao DER-PE, uma autarquia que era um modelo no serviço público de Pernambuco.

Ana Regina Alexandre (Foto: Fernando Machado)

César Coutinho e Maria Dulce (Foto: Fernando Machado)

Foi diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco, secretário de Saneamento, Habitação e Obras, presidiu a CODEVASF, assim como o Clube de Engenharia de Pernambuco. A noite de autógrafos aconteceu no Restaurante Amadeu, em Boa Viagem, que em 1987 era uma filial do Restaurante Leite.

Liliana Figueiredo, Rafaela e Maria Fernanda Almeida (Foto: Fernando Machado)

Luiz Antônio Coelho de Andrade e Claudio Cavalcanti (Foto: Fernando Machado)

Erasmo estava muito elegante num terno adquirido na França, ao lado da esposa Betty, dos filhos Carlos Frederico, Elizabeth Cristina, Bernadette de Lourdes e Adolfo Jorge, dos oito netos. Um Passei no Tempo recebeu o prefácio do economista José Maria Aragão e tem a orelha foi grifada pelo ex-presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Luiz Otavio de Melo Cavalcanti.

Marcela e Eduardo Queiroz, com  Debora Almeida (Foto: Fernando Machado)

Maria Helena e Agamenon Maglhães (Foto: Fernando Machado)

Enquanto Erasmo autogravava os livros para os amigos e familiares, será servido um coquetel de se comer rezando. No menu tinha canapés de bruschetta Carprese e de rúcula, Coppa e Brie; pasteizinhos italianos, mini-camarões ao Roquefort, bolinho de bacalhau e coquilles de camarão. Foi um encontro maravilhoso onde puder conversar com antigos colegas do DER-PE.

Maria e Luiz Otávio Cavalcanti (Foto: Fernando Machado)

Elizabeth Cristina, Adolfo Jorge, Erasmo Bety, Bernadetti de Lourdes e Carlos Frederico Almeida (Foto: Fernando Machado)

Depoimento de um ex-guerrilheiro

Karina e Marcelo com os pais Dagoberto e Terezinha (Foto: Fernando Machado)

Ontem na Livraria Cultura, do Paço Alfândega, tivemos uma noite de autógrafos para o livro Memória do Araguaia – Depoimento de um ex Guerrilheiro, escrito por Dagoberto Alves Costa. Recebendo os convidados estavam Dagoberto, ao lado da mulher Terezinha Nunes e dos filhos Marcelo e Karina. Pela primeira numa noite de autografos da CEPE, não teve discursos.

Geralda Farias, Letícia Lins e Ângela Lacerda (Foto: Fernando Machado)

Antônio Moraes e Joseli Lacerda (Foto: Fernando Machado)

O presidente da CEPE, Ricardo Leitão, passou rapidamente na Cultura, somente para cumprimentar Terezinha e Dagoberto. Entre as presenças destacamos o vice-governador Raul Henry, o deputado Antônio Moraes, o secretario André Campos, a ex-vereadora Geralda Farias, Marisa Gibson, Leticia Lins, Angela Lacerda, Maria Paula Losada.

Raul Henry entre Dagoberto e Terezinha (Foto: Fernando Machado)

Tania Spinelli e Odenilda Souza (Foto: Fernando Machado)

Também Joseli Lacerda, Risande Canto, Odenilda Souza, Tania Spinelli, Wilton Condé, Ricarte Passos, Janio Cesar de Moura com o filho Paulo, Lucia Maria, Maria dos Anjos, Maria Stela, Socorro e Madalena Santos, Dora e José Lima. Informação sentimental: os filhos de Terezinha e Dagoberto, Marcelo veio de São Paulo e Karina de Brasilia, onde residem.

O cerimonialista Wilton Condé (Foto: Fernando Machado)

Dagoberto Alves Costa com Marisa Gibson e Maria Paula Lozada (Foto: Fernando Machado)

Duda, Getúlio por Carlos Eduardo  

Maestro Duda e Mida (Foto: Fernando Machado)

Getúlio Cavalcanti e as pastoras do Bloco da Saudade (Foto: Fernando Machado)

Márcia Souto Carvalho entre as pastoras do Bloco da Saudade (Foto: Fernando Machado)

O Paço do Frevo foi inaugurado no dia 9 de fevereiro de 2014 e fica localizado na Praça do Arsenal, no Recife Antigo. No prédio que é lindo, funcionou do Século XIX até 1973 a Western Telegraph Company Limited, e é tombado pelo IPHAN desde 1998. Foi recuperado com um investimento na ordem de R$ 11,7 milhões, graças a uma iniciativa da Prefeitura do Recife, com criação e realização da Fundação Roberto Marinho. Do edifício original resta pouca coisa mas seu estilo neoclássico ficou perpetuado.

Os paraibanos André e Luzimar Monteiro prestigiando o frevo (Foto: Fernando Machado)

Carlos Eduardo Amaral e Roziane Fernandes (Foto: Fernando Machado)

O Santuário do Frevo cuja curadoria é de Bia Lessa tem quatro pisos. Quando a gente entra nele lembra logo de Nelson Ferreira, Capiba e Luiz Bandeira. Pois foi nesse cenário que tivemos o lançamento dos livros Getulio Cavalcanti – Ultimo Regresso e Maestro Duda – Uma Visão Nordestina escritos pelo jornalista e pesquisador de musica Carlos Eduardo Amaral. Primeiro aconteceu no terceiro andar, que é uma verdadeira maravilha, a parte oficial.

Eduardo Sarmento com as pastoras do Bloco da Saudade (Foto: Fernando Machado)

O host Kiryl Muniz (Foto: Fernando Machado)

O horário previsto para começar era às 15h, mas tudo começou quase uma hora depois. O mestre de Cerimônias foi o competente Kiryl Muniz. Tivemos algumas falas. A primeira foi a de Eduardo Sarmento (Gerente Geral do Paço do Frevo), a segunda foi a do compositor Getulio Cavalcanti e a última do Maestro Duda, que convidou sua orquestra, que orquestra, que executou três peças. A primeira foi Hino Pernambuquinho, depois Duda no Frevo e encerrou com o nosso hino: Vassourinhas.

Léa Lucas um ícone do nosso carnaval (Foto: Fernando Machado)

Mariza Pontes e Leny Amorim (Foto: Fernando Machado)

O publico foi ao delírio. Vassourinhas já fantástica imagina tocada pela Orquestra Maestro Duda. Foi um momento de muita magia. Depois os convidados desceram até o térreo, onde funciona a loja, o café e o Centro de Documentação Guerra Peixe, além da parte administrativa, para os autógrafos. Sentaram a mesa Maestro Duda, Carlos Eduardo e Getúlio. Queremos agradecer ao Gerente Geral Eduardo Sarmento e a produtora do Museu Naara Santos, pela ajuda que nos deu para a elaboração do texto.

Naara Santos (Foto: Fernando Machado)

Mida mulher do Maestro Duda e Rose, mulher de Getúlio Cavalcanti (Foto: Fernando Machado)

Silvio Cajueiro e Luiz Antonio Senna Junior (Foto: Fernando Machado)