Fernando Machado

Blog

Tag apresentadores

Baile Municipal de 1981

Almir da Paixão com Viva o Recife (Foto: MCR)

Ontem, fez 40 anos que acontecia no Clube Português, Baile Municipal do Recife. A decoração foi de Ary Nóbrega. Os apresentadores foram Carmen Peixoto e Aldemar Paiva. A coordenação foi da primeira dama Clea Krause. Vieram para a prévia Carlos Castelo Branco, Clodovil, Luiz Jasmim, Adalgisa Colombo Teruskin (Miss Brasil de 1958), Lucia e José Rodolfo Câmara.

Diva Pacheco com Tocador de Pífanos (Foto: MCR)

Jorge Danel com Brasões de uma Cidade Barroca (Foto: MCR)

No desfile de fantasias em luxo Masculino venceu Jesus Henrique com Se Eu Fosse Nabucodonosor e no luxo Feminino venceu Isabela Dantas com Rainha do Nilo. Na categoria Pernambucana venceu Diva Pacheco com Tocador de Pífanos de Victor Moreira e no 2º lugar ficou Carlos Carvalho com As Margens do São Francisco.

Múcio Catão com O Apóstolo da Paz (Foto: MCR)

Luiz Heraldo de Oliveira com Amuleto de Exu (Foto: MCR)

Em Originalidade venceu Jorge Danel com Brasões de uma cidade Barroca, no 2º lugar ficou Augusto de Oliveira com Maracatu, Orgulho de uma raça e no 3º lugar ficou Luiz Heraldo de Oliveira com Amuleto de Exu. Na Categoria especial desfilaram Almir da Paixão com Viva o Recife, Mucio Catão com Apóstolo da Paz e Consuelo com Coluna do Meio.

A primeira dama Clea Krause by Paulo Carvalho, Luisa Leão by Paulo Carvalho e Vlademir Meireles (Foto: Divulgação)

Okky Alparessi é o New L-Men de 2020

Richard Permadi, Radityo Wahyu Senoputro, Okky Alparessi, Muhammad Fadhil Achyari (Foto: Concurso)

Em outubro, em Jacarta, na Indonésia, tivemos a escolha do The New L-Men of the Year de 2020. Os apresentadores foram Indra Herlambang e Patricia Gouw. Participaram do concurso 50 candidatos. O Mister New L-Men of the Year de 2019 é Radityo Wahyu Senoputro.

O Top 15 (Foto: Concurso)

O vencedor foi Okky Alparessi, no 2º lugar ficou Richard Permadi e no 3º lugar ficou Muhammad Fadhil Achyari. Joey Holly e Raden Mas Denny Nursandy completaram o Top 5. O melhor Corpo foi o de Raden Mas Denny Nursandy, por sinal era mais bonito do grupo e o mais fotogênico foi Andrew Setiawan.

O vencedor Okky Alparessi (Foto:  Concurso)

No Top 15 firacaram Muhmmad Fadhil Acyyari, Oki Alparessi, Kevin Twindicha, Ario Agung, Richard Permadi, Agust Bagia Hasiholan, Joey Holly, Reggie Natanael, Muhammad Wilman Nugraha, Raden Mas Denny Nursandy, Goldi Senna, Muhammad Iqbal Darmawan, Bintang Suryo Negoro, Firas Yodha Saskara e Andrew Setiawan.

Denny Nursandy ficou no Top 5 (Fotos: Instagram)

Amandine Petit é a Miss França de 2021

Amandine Petit sendo coroada por Clémence Botino (Foto: SIPA)

Sábado, tivemos em Puy Du Fou, a escolha da Miss França de 2021, e a comemoração dos 100 anos do concurso. Os apresentadores foram Jean-Pierre Foucault e Sylvie Tellier. A vencedora foi Amandine Petit da Normandia, foi coroada pela Miss França de 2020, Clémence Botino. No 2º lugar ficou April Benayounm de Provence, o 3º lugar foi Lara Gautier da Côte d’Azur, no 4º lugar Aurélie Roux de Alsace e no 5º Lou-Anne Lorphelin (Burgundy).

Aurélie Roux, April Benayounm, Lou-Anne Lorphelin, Lara Gautier e Amandine Petit (Foto: SIPA)

Armandine Petit, Lara Gautier, Lou-Anne Loprphelin, April Benayoum  e Aurélie Roux em traje de noite: (Foto: SIPA)

No júri estavam somente ex-misses francesas: Iris Mittenaere 2016, Flora Coquerel 2014, Élodie Gossuin 2001, Sonia Rolland 2000, Linda Hardy 1992, Maréva Georges 1991, Nathalie Marquay 1987, Patricia Barzyk 1980 e Muguette Fabris 1963. Participaram do concurso 29 candidatas. Diane Febvay foi eleita Miss Simpatia e Laura Cornillot Miss Fotogenia.

As 29 candidatas de traje de noite (Foto: SIPA)

As 29 candidatas de traje de banho (Foto: SIPA)

No top 15 ficaram Lou-Anne Lorphelin (Burgundy), Aurélie Roux (Alsace), Lara Gautier (Côte d’Azur), April Benayoum (Provence), Amandine Petit (Normandy), Lyna Boyer (Reúnion), Lara Lourenço (Ile-de-France), Leila Veslard (Aquitaine), Noémie Leca (Corsica), Kenza Andreze-Louison (Guadeloupe), Léa Graniou (Limousin), Anlia Charifa (Mayotte), Julie Tagliavacca (Pays de la Loire), Justine Dubois (Poitu-Charentes) e Anais Roux (Rhône-Alpes).

O Top 15 em traje de banho (Foto: SIPA)

Ângela Vasconcelos vence o Miss Brasil de 1964

A foto das 16 das 24 candidatas (Manchete)

Ângela Vasconcelos e Vera Lucia Couto de traje típico e vestido (Fotos: Manchete Cruzeiro)

Maria Isabel Avelar de traje típico e vestido, Cecilia da Rocha do Rio e Neli Padilha do Rio Grande do Norte (Fotos: O Cruzeiro)

Há 56 anos, acontecia no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, o concurso de Miss Brasil de 1964. Um público estimado em 20 mil pessoas testemunhou a vitória Ângela Vasconcelos, Miss Paraná, ser coroada pela Miss Brasil e Miss Universo de 1963, Ieda Maria VargasTelma Lobo de Carvalho (Amazonas) foi eleita Miss Simpatia e Maria Isabel de Avelar Miss Fotogenia e o melhor Traje Típico. Ângela tinha 1m70 de altura, 90 cm de busto, 93 cm de quadris, e 64 cm de cintura.

Ana Maria Costa Caldas de traje típico e vestido de noite (Fotos: Manchete e Cruzeiro)

Os apresentares foram Paulo Max e Marly Bueno. A comissão julgadora foi composta por Pomona Politis, Justino Martins, Tônia Carrero, Accioly Neto, Mitzy de Almeida, Almeida Magalhães, Oscar Santamaria, Edith Pinheiro Guimarães, Helio Beltrão, Eda Luttis, Leão Velloso e Edilson Cid Varela.

O top 9 Ceará, Rio Grande do Norte, Guanabara, Paraná, Sergipe, Pernambuco, Rio de Janeiro e Minas Gerais (Foto: Manchete)

No top 9 ficaram Ana Maria Carvalhedo (Ceará), Vera Lucia Couto (Guanabara), Marília Dirceu da Silva (Minas Gerais), Ângela Vasconcelos (Paraná), Ana Maria Costa Caldas (Pernambuco), Cecília Rangel Martins (Rio de Janeiro), Neli Cavalcanti (Rio Grande do Norte), Rosa Maria Galas (Rio Grande do Sul) e Maria Isabel de Avelar (Sergipe).

Vera Lucia, Ieda Vargas e Ângela Vasconcelos; Ieda coroando Ângela (Fotos: O Cruzeiro e Manchete)

Na classificação final tivemos em 5º lugar Neli Cavalcanti do Rio Grande do Norte, em 4º lugar Ana Maria Caldas de Pernambuco, em 3º lugar Maria Isabel de Avelar de Sergipe, em 2º lugar Vera Lucia Couto da Guanabara e a Miss Brasil de 1964 foi Ângela Teresa Reis Vasconcelos.

Ângela Vasconcelos, Vera Lúcia Couto, Inês Avelar e Ana Maria Costa (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso 24 jovens: Laura Aranha (Acre), Teresinha Granja (Alagoas), Telma Carvalho (Amazonas), Elvira Falcão (Bahia), Ana Carvalhedo (Ceará), Marli Igliori (Distrito Federal), Justina Ramos (Espírito Santo), Eny Camilo Machado (Goiás), Vera Lucia Couto (Guanabara), Tereza Boblitz (Maranhão),Kátia Escudero (Mato Grosso), Marília Dirceu Silva   (Minas Gerais), Maria Esther Bentes (Pará).

Maria Isabel Avelar, Ana Maria Caldas, Regina Almeida e Marília de Dirceu (Fotos: Manchete e Cruzeiro)

Ainda Rosalma Andrade (Paraíba), Ângela Vasconcelos (Paraná), Ana Maria Costa (Pernambuco), Maricildes Ferreira da Costa (Piauí), Cecília Rangel Martins Rocha (Rio de Janeiro), Neli Cavalcanti Padilha (Rio Grande do Norte), Rosa Maria Gallas (Rio Grande do Sul), Regina de Almeida (Rondônia), Salete Maria Chiarad (Santa Catarina), Cecília Alves Ferreira (São Paulo) e Maria Isabel de Avelar (Sergipe).

Eny Machado, Telma Carvalho, Tereza Boblitz e Elvira Falcão (Fotos: O Cruzeiro)

Olha a passarela do Maracanãzinho em forma de armadura (Foto: O Cruzeiro)