Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Ó fantasmas do Rio Una que à noite acordam as virgens, lindos sonhos desfazendo, matando tantos amores, tantos desejos guardados, deixando tantas amarguras”. Edson Régis (1923/1966)

 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.