Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Falam tanto que meu bloco está, / dando adeus pra nunca mais sair. / E depois que ele desfilar, / do seu povo vai se despedir. / Do regresso de não mais voltar, / suas pastoras vão pedir: / Não deixem não, que o bloco campeão, / guarde no peito a dor de não cantar”. Getúlio Cavalcanti

 

 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.