Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Invejo a burrice, porque é eterna”. Nelson Rodrigues (1912/1980)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.