Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Eu não tinha voz alguma quando comecei. Mas eu insisti, chorei muito, garanti que não me importava com bailes, namorados, festas. E comecei a cantar”. Bidu Sayão (1902/1999)

 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.