Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

jorge-de-lima

“A tristeza era tanta, tanta a mágoa / que seu anjo da guarda resolvera / lutar com ele, lutar para lutar, / que o interesse da vida perecera”. Jorge de Lima (1893/1953)

 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.