Fernando Machado

Blog

Pausa poética

thomas-mann

“Ninguém alcança o que não possui de nascença, e o que te é estranho não o podes cobiçar”. Thomas Mann (1875/1955)

 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.