Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Amor sem fruto, amor sem esperança / É mais nobre, mais puro, / Que o que, demando a ríspida esquivança, / Jaz dos agrados nas prisões seguro.” Bocage

 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.