Fernando Machado

Blog

Pausa poética

“Só, na sombra solitária / estrelinha latejante / é chama, é flor, e madruga / num rio que ri ou geme, / campanulando.” Alphonsus Guimarães Filho

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.